jusbrasil.com.br
22 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    Construção de novas quadras em bairro de Brasília é questionada no STF

    Supremo Tribunal Federal
    há 11 dias

    O partido Rede Sustentabilidade ajuizou Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 617, em que pede medida cautelar para suspender decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que liberou a construção das quadras 500, do Setor Sudoeste de Brasília (DF). O empreendimento imobiliário compreende a construção de 22 edifícios em área de cerrado protegida pela Lei Distrital 6.364/2019.

    A Rede sustenta que a decisão proferida pelo presidente do STJ fere preceitos constitucionais da defesa do meio ambiente ecologicamente equilibrado e do desenvolvimento sustentável, considerando que os danos ambientais lá causados podem ser irreversíveis.

    Informa que tramita no STF o Recurso Extraordinário (RE) 1156402, de relatoria do ministro Gilmar Mendes, que trata da regularização e ocupação das quadras 500 e que contesta a constitucionalidade do Decreto Distrital 32.144/2010, que permitiu a expansão do bairro.

    Diante do pedido de concessão de medida cautelar para suspender a liberação da construção das quadras, o relator da ADPF, ministro Alexandre de Moraes, pediu esclarecimentos ao presidente do STJ, ressaltando a relevância do objeto da ação.

    AR/CR//VP

    Processos relacionados
    ADPF 617
    RE 1156402

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)