jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Ministra Cármen Lúcia destaca abertura do Judiciário ao cidadão nos 15 anos da TV Justiça

    Supremo Tribunal Federal
    há 2 meses

    No ar desde 11 de agosto de 2002, a TV Justiça, emissora do Judiciário, com sede no Supremo Tribunal Federal, foi a primeira no mundo a transmitir sessões de julgamentos da Suprema Corte e a primeira a contar com uma programação de 24 horas dedicadas ao Poder Judiciário de um país. A iniciativa, até então inédita em uma corte constitucional, chamou a atenção de observadores internacionais. A transmissão dos julgamentos, ao vivo e sem cortes, inspira, anos depois, iniciativas semelhantes em países como Reino Unido e México.

    A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, compara a realidade brasileira com a de outras cortes internacionais. “Há muitos tribunais que não permitem, sequer, o acesso – a não ser do advogado da parte – aos locais onde se dão os julgamentos”, afirma. “No caso brasileiro, a Constituição de 1988 inaugurou um período de abertura para que o cidadão soubesse dos seus direitos. E a TV Justiça vem traduzindo essa abertura”.

    Além dos jornais diários, os programas da emissora integram mais de cem horas semanais na grade de programação. São 20 produções próprias e outras 30 de parceiros de todo o Brasil – entre tribunais estaduais e entidades ligadas ao Poder Judiciário. As gravações já somam mais de 21 mil horas de arquivos, acumuladas ao longo dos últimos 15 anos.

    Com informação e transparência, as 24 horas de programação diária permitem fortalecer a democracia e ampliar o conhecimento do cidadão, que passou a entender melhor o funcionamento do Judiciário e a debater assuntos jurídicos de grande relevância no cenário nacional.

    O Supremo Tribunal Federal também foi a primeira corte no mundo a possuir canal oficial no site de compartilhamento de vídeos YouTube. Desde 2008, o canal amplia exponencialmente a visibilidade das transmissões da TV Justiça. E, em 2010, a criação do Ponto Jus, canal educativo da TV Justiça, consolidou a vocação da emissora de contribuir para a ampliação da cidadania por meio da educação.

    Durante a semana de comemoração do aniversário de 15 anos da TV Justiça, os programas apresentam edições especiais que contam a trajetória do canal. Também será exibida uma série de quatro documentários produzidos em comemoração à data, mostrando seu diaadia por trás das câmeras da TV Justiça, seus desafios, sua evolução e seu legado.

    A primeira parte do documentário dos 15 anos da TV Justiça já está disponível na internet (confira abaixo). As próximas edições inéditas serão exibidas todos os domingos de agosto, às 22h.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)