jusbrasil.com.br
8 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Brasil.jus mostra como as ações da Justiça de primeira instância mudam a vida de comunidades pelo país a fora

    Supremo Tribunal Federal
    há 10 anos

    Esta semana o Brasil.Jus faz uma espécie de diário de bordo para você rever os melhores momentos de nossas viagens. Em 15 meses, 58 cidades brasileiras foram percorridas. Nossa equipe conheceu de perto ações da Justiça de 1ª instância que estão transformando a vida de muita gente.

    Nesta retrospectiva, vamos mostrar cidades das regiões Sudeste e Sul. Na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, você vai ver as iniciativas da Juíza Criminal Thelma Fraga. Um projeto realizado na Cidade de Deus - lugar que já foi dominado pelos traficantes de droga - está levando mais dignidade aos moradores e a ex-criminosos.

    No estado de São Paulo, nossa equipe esteve em Ribeirão Preto. Apesar de ser uma cidade rica, voltada para o agronegócio, lá também há sérios problemas habitacionais. Juízes do município se uniram para urbanizar favelas e evitar a formação de outras novas, a partir de recursos dos governos federal, estadual e municipal. E em Tatuí, conhecida como Cidade da Música, o juiz Marcelo Salmaso intermediou a doação de 500 máquinas caça-níqueis apreendidas pela Justiça para uma Faculdade de Tecnologia. O material foi transformado em equipamentos úteis como uma chocadeira mecânica e uma lousa virtual.

    Na parada do Brasil.Jus, em Viana, no Espírito Santo, nossa equipe conheceu o Programa de Atenção às Famílias, organizado pela Justiça. Uma forma diferente de recuperar pessoas com histórico de violência doméstica, sem a necessidade de punição criminal. Em Itaúna, Minas Gerais, você vai rever como funciona um presídio que não tem grades e nem seguranças e, mesmo assim, não possui registro de fugas.

    Na Região Sul, o Brasil.Jus foi até Matinhos, no Paraná. Mesmo nas férias, a Justiça de 1ª instância se engaja na "Operação Litoral". Juízes, promotores e defensores se vestem à paisana e trabalham voluntariamente pra evitar o acúmulo de processos. Em Criciúma, Santa Catarina, vamos ver como funciona a Justiça Especial de Condomínios.

    Finalmente, no Rio Grande do Sul, conhecemos duas iniciativas de sucesso. Em Caxias do Sul foi criado o programa Justiça Terapêutica, um tratamento alternativo para o usuário de drogas. E em Guaíba, o Judiciário criou uma campanha contra o abuso sexual de menores - um programa de capacitação para que profissionais que trabalham com crianças possam detectar o problema.

    Brasil.Jus: a Justiça sob diferentes olhares.

    Horários de exibição: sábado, 21h30; domingo, 00h; segunda-feira, 20h30; sexta-feira, 22h30.

    Fonte: TV Justiça

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)