jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2020
    Adicione tópicos

    Conheça as atividades de uma advogado especializado em Direito Médico Hospitalar no Carreiras

    Supremo Tribunal Federal
    há 11 anos

    No programa "Carreiras" desta semana, a atuação de um advogado especializado na área de Direito Médico Hospitalar. A entrevistada é a advogada Sandra Albuquerque Dino. Formada e pós-graduada pela Universidade Federal do Maranhão, ela tem mais de 25 anos de experiência na assessoria preventiva e contenciosa de grandes empresas da área hospitalar, e diz que a carreira é fascinante. Eu acho que essa área é fascinante porque a gente pode transformar socialmente as relações desde o maqueiro, que é a pessoa que recebe o paciente. Ele tem uma responsabilidade social com a cura daquele paciente, com a boa prestação de serviço, com a assistência à família. Então se todos nós tivermos essa consciência, nós vamos evoluir para uma prestação de serviço de primeiro mundo, avalia.

    O programa tem a participação da estudante de Direito Priscila Morais. Ela escuta a explicação da especialista sobre as principais causas que chegam ao escritório. Normalmente a questão da cirurgia plástica é uma questão difícil e a da anestesia também, porque muitos procedimentos dão problema ainda na fase da anestesia, explica. Sandra fala ainda que chegam muitas ações para defender o paciente, mas muitas causas são para defender o próprio médico. É mais difícil atuar em favor do profissional de saúde porque ele estará na defensiva, explica.

    E para ficar ainda mais por dentro do assunto, a advogada Sandra Dino dá dicas de livros para quem quer seguir essa carreira. Um deles é Responsabilidade Médica Civil, Criminal e Ética, de Jurandir Sebastião. O livro traz uma abordagem ampla e objetiva pertinente tanto à área comum do Direito como do Código de Ética Médica. Mas Sandra diz ainda que não vive só para trabalhar e estudar a literatura ligada à carreira. Ela conta que tem dois hobbies : um deles é receber visitas. O outro - um tanto inusitado - é consertar coisas que quebram em casa. Eu não sei costurar, pintar, cozinhar, mas eu sei consertar coisas e gosto. Eu adoro uma caixa de ferramentas! Troco resistência do ferro de passar, troco lâmpada. Minha filha do meio diz que eu olho para uma loja de ferramenta como uma mulher olha pra uma vitrine de roupa. Me dá uma furadeira que eu resolvo, se diverte.

    Você não vai perder, né? É no "Carreiras", que vai ao ar toda segunda-feira, às 22h30,, pela TV Justiça (Horários Alternativos - quinta-feira - 18h / sexta-feira - 19h / sábado - 22h).

    O programa também pode ser visto pelo canal oficial do STF no YouTube ( www.youtube.com/stf ).

    Publicações indicadas nesta semana:

    RESPONSABILIDADE MÉDICA CIVIL, CRIMINAL E ÉTICA

    Jurandir Sebastião

    Editora Del Rey

    CULPA MÉDICA E ÔNUS DA PROVA

    Miguel Kfouri Neto

    Editora Revista dos Tribunais

    DIREITO E MEDICINA

    Sálvio de Figueiredo Teixeira

    Editora Del Rey

    COMENTÁRIOS AO CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA

    Genival Veloso de França

    Editora Dialética

    Fonte: TV Justiça

    3 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Tive diagnostico de lupus em 2008e dela para ca venho descobrindo alguns outros marcafores com artrite reumatoide caracterizado a patologia como sindrome mista so colágeno. So que nos pacientes somos tratadoa com desumanidade, digo isso por experiencia propria. Moro em cabo frio e aqui so tenho duas opcoes de atendimento, clinerp ao qual sou tratafa como viciada em opioides e que semprw tenho recorrido ate la para satisfazer meu prazer em tomar esta medicacao que para mim.nao há prazer algum. Sou alergica a uma gama de medivamentos e infelizmente o que sobrou fou o opioide dolantina. Voce vê o desdem de cada profissional da saúde . Iniciando com o medico que te di que é viciante e que vai passar apenas metade da dose que costumo utlizar a qual nao supre o socorro da dor que so que é paciente e tem sabe.
    E se vc reclama diz que sua cabeca esta pedindo mais pq é viciante e eu ja estou viciada. Sendo que faco uso do metadona que é antagonista e nao permite esta dependência.
    Gostaria de pwdir antes de mais nada que pudessem para esta clinica, pois a mesma alega nao ter recurso para uma simples patologia reumatica. Imagina anrir uma maternidade com UTI MWONATAL, MINHA AREA DE TRABALHO.
    PEÇO NAO SÓ POR MIM MAS POR RODA POPULACAO DE PACIENTEA DE DOENCAS REUMÁTICAS QUE MORAM EM CABO FRIO. NOSSA CIDADE PRECISA DE SOCORRO MÉDICO E ACOLHIMENTO. PORQUE NÓS TAMBEM SOMOs seres humanos e precisamos de um acolhimento humanizado da saúde. Por este motivo nao me restou outra alternativa senao entar com uma açâo para qie essa lide seja resolvida e os danos reparados. Porque tive diversos danos e foram muitos. Tantos psicológicos, como físicos, materiais e contra a dignidade da pessoa humana. continuar lendo

    Interessante...já pensei em me especializar nesta área... continuar lendo

    Onde posso fazer essa especialização? continuar lendo