jusbrasil.com.br
27 de Maio de 2022
  • 2º Grau
  • Controle Concentrado de Constitucionalidade
  • Decisão de mérito
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 3402 SP

Supremo Tribunal Federal
há 6 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
ADI 0000296-17.2005.0.01.0000 SP
Órgão Julgador
Tribunal Pleno
Partes
REQTE.(S) : GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, INTDO.(A/S) : ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Publicação
11/12/2015
Julgamento
7 de Outubro de 2015
Relator
DIAS TOFFOLI
Documentos anexos
Inteiro TeorSTF_ADI_3402_89772.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA Ação direta de inconstitucionalidade. Lei nº 11.265/02 do Estado de São Paulo. Seguro obrigatório. Eventos artísticos, desportivos, culturais e recreativos com renda resultante de cobrança de ingressos. Inconstitucionalidade formal. Competência privativa da União.

1. Lei estadual nº 11.265/02, que instituiu a obrigatoriedade de cobertura de seguro de acidentes pessoais coletivos em eventos artísticos, desportivos, culturais e recreativos com renda resultante de cobrança de ingressos. Competência privativa da União para legislar sobre Direito Civil, Direito Comercial e política de seguros ( CF, art. 22, I e VII).
2. Não se trata de legislação concernente à proteção dos consumidores ( CF, art. 24, inciso VII, §§ 1º e ), de competência legislativa concorrente dos estados-membros, pois a lei impugnada não se limita a regular as relações entre os consumidores e os prestadores de serviço, nem a dispor sobre responsabilidade por dano ao consumidor. Na verdade, cria hipótese de condicionamento da realização de alguns espetáculos ou eventos à existência de contrato de seguro obrigatório de acidentes pessoais coletivos.
3. Não obstante a boa intenção do legislador paulista de proteger o espectador, a lei do Estado de São Paulo criou nova modalidade de seguro obrigatório, além daquelas previstas no art. 20 do Decreto-Lei federal nº 73/66 e em outros diplomas federais, invadindo a competência privativa da União para legislar sobre direito civil, direito comercial e política de seguros ( CF, art. 22, I e VII).
4. Ação direta de inconstitucionalidade julgada procedente.

Acórdão

O Tribunal, por unanimidade e nos termos do voto do Relator, julgou procedente o pedido formulado na ação direta para declarar a inconstitucionalidade da Lei nº 11.265/02, do Estado de São Paulo. Ausentes, justificadamente, os Ministros Celso de Mello e Gilmar Mendes. Presidiu o julgamento o Ministro Ricardo Lewandowski. Plenário, 07.10.2015.

Referências Legislativas

  • LEG-FED CF ANO-1988 ART- 00022 INC-00001 INC-00007 ART- 00024 INC-00007 PAR-00001 PAR-00002 CF-1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL
  • LEG-FED LCP-000126 ANO-2007 LEI COMPLEMENTAR
  • LEG-FED LEI- 006194 ANO-1974 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED LEI- 008374 ANO-1991 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED DEL- 000073 ANO-1966 ART-00020 "CAPUT" LET-A ART-00020 "CAPUT" LET-B REDAÇÃO DADA PELA LEI- 8374/1991 ART-00020 "CAPUT" LET-C LET-D LET-E LET-F LET-G LET-H ART-00020 "CAPUT" LET-I REVOGADO PELA LCP-126/2007 ART-00020 "CAPUT" LET-J LET-L LET-M PAR- ÚNICO DECRETO-LEI
  • LEG-EST LEI-011265 ANO-2002 LEI ORDINÁRIA, SP

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (COMPETÊNCIA PRIVATIVA, UNIÃO, LEGISLAÇÃO, DIREITO CIVIL, DIREITO EMPRESARIAL) ADI 1595 (TP), ADI 1646 (TP). Número de páginas: 10. Análise: 15/12/2015, JRS.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/864027228/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-3402-sp

Informações relacionadas

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Agravo de Peticao: AP 00018472920115010283 RJ

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 11 meses

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: 1004357-02.2020.8.11.0041 MT

Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Jurisprudênciahá 7 meses

Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 - APELAÇÃO CÍVEL: ApCiv 5015620-48.2018.4.03.6100 SP

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1876697 MT 2020/0125828-4

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Jurisprudênciaano passado

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Recurso Ordinário Trabalhista: RO 01016480320175010025 RJ