jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
  • 2º Grau
  • Repercussão Geral
  • Decisão de Admissibilidade
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO: ARE 954858 RJ

Supremo Tribunal Federal
há 5 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

ARE 954858 RJ

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

RECTE.(S) : KARLA CHRISTINA AZEREDO VENANCIO DA COSTA E OUTRO(A/S), RECDO.(A/S) : REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA

Publicação

24/05/2017

Julgamento

11 de Maio de 2017

Relator

EDSON FACHIN

Documentos anexos

Inteiro TeorSTF_RG-ARE_954858_cdcbd.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO. REPERCUSSÃO GERAL. DIREITOS HUMANOS. DIREITO INTERNACIONAL. ESTADO SOBERANO ESTRANGEIRO. IMUNIDADE DE JURISDIÇÃO. PROCESSO DE CONHECIMENTO. COMPETÊNCIA. ATOS DE IMPÉRIO. ATOS DE GESTÃO. DELITO CONTRA O DIREITO INTERNACIONAL DA PESSOA HUMANO. PERÍODO DE GUERRA. DIREITOS DE PERSONALIDADE. SUCESSORES DA VÍTIMA. INDENIZAÇÃO.

1. O alcance da imunidade de jurisdição de Estado estrangeiro em relação a ato de império ofensivo ao direito internacional da pessoa humana é tema constitucional digno de submissão à sistemática da repercussão geral.
2. A controvérsia consiste em definir a viabilidade de processamento e julgamento de lide que envolve Estado soberano estrangeiro por parte do Poder Judiciário brasileiro.
3. Preliminar de repercussão geral reconhecida.

Acórdão

Decisão: O Tribunal, por maioria, reputou constitucional a questão, vencidos os Ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luiz Fux e Dias Toffoli. Não se manifestou a Ministra Cármen Lúcia. O Tribunal, por maioria, reconheceu a existência de repercussão geral da questão constitucional suscitada, vencidos os Ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luiz Fux e Dias Toffoli. Não se manifestou a Ministra Cármen Lúcia. Ministro EDSON FACHIN Relator

Referências Legislativas

  • LEG-FED CF ANO-1988 ART- 00001 INC-00003 ART- 00003 INC-00004 ART-00004 INC-00002 INC-00004 INC-00005 ART- 00005 INC-00002 INC-00035 INC-00054 ART- 00105 INC-00002 ALÍNEA-C ART- 00109 INC-00002 ART- 00133 CF-1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL
  • LEG-INT CVC ANO-1961 CONVENÇÃO DE VIENA SOBRE RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS
  • LEG-INT CVC ANO-2004 CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE A IMUNIDADE DE JURISDIÇÃO DOS ESTADOS E DE SUAS PROPRIEDADES
  • LEG-FED DLG-000103 ANO-1964 DECRETO LEGISLATIVO APROVA A CONVENÇÃO DE VIENA SOBRE RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS
  • LEG-FED DEC-000605 ANO-2003 DECRETO PROMULGA A CONVENÇÃO DE VIENA SOBRE RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS
  • LEG-FED RGI ANO-1980 ART-00322 PAR- ÚNICO ART-00324 RISTF-1980 REGIMENTO INTERNO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (IMUNIDADE DE JURISDIÇÃO, ESTADO ESTRANGEIRO, PROCESSO TRABALHISTA) ACi 9696 (TP), RE 222368 AgR (2ªT). (IMUNIDADE DE JURISDIÇÃO, PROCESSO DE EXECUÇÃO, ESTADO ESTRANGEIRO) ACO 543 AgR (TP). (ATO, GUERRA, OFENSA INDIRETA, CONSTITUIÇÃO, REEXAME, FATO, PROVA) ARE 793676 AgR-segundo (2ªT), ARE 853885 AgR (2ªT), ARE 880298 AgR (1ªT), ARE 837265 AgR (1ªT). - Decisão monocrática citada: (ATO, GUERRA, OFENSA INDIRETA, CONSTITUIÇÃO, REEXAME, FATO, PROVA) ARE 853335. Número de páginas: 28. Análise: 05/06/2017, JSF.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/861473648/repercussao-geral-no-recurso-extraordinario-com-agravo-are-954858-rj

Informações relacionadas

Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 - APELAÇÃO CÍVEL: ApCiv 0014768-85.2013.4.03.6100 SP

Tribunal Regional Federal da 4ª Região
Jurisprudênciaano passado

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AG 5018158-34.2021.4.04.0000 5018158-34.2021.4.04.0000

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 13 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ORDINARIO: RO 74 RJ 2008/0076862-4

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 8 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação: APL 0133823-18.2010.8.26.0100 SP 0133823-18.2010.8.26.0100

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região TRT-6 - Recurso Ordinário Trabalhista: RO 0001099-81.2011.5.06.0016