jusbrasil.com.br
21 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE : ADI 1617 MS

Supremo Tribunal Federal
há 21 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
ADI 1617 MS
Órgão Julgador
Tribunal Pleno
Partes
PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24º REGIÃO
Publicação
DJ 07-12-2000 PP-00004 EMENT VOL-02015-01 PP-00189
Julgamento
19 de Outubro de 2000
Relator
OCTAVIO GALLOTTI
Documentos anexos
Inteiro TeorADI_1617_MS-_19.10.2000.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

1- Não perde eficácia a medida provisória, com força de lei, não apreciada pelo Congresso Nacional, mas reeditada, por meio de outro provimento da mesma espécie, dentro de seu prazo de validade de trinta dias. 2- Carecia, o Tribunal Regional do Trabalho, de competência para, dispondo normativamente, em sentido contrário à medida provisória em vigor, reduzir a alíquota previdenciária devida por magistrados e servidores. 3- Ação direta de inconstitucionalidade julgada procedente.

Resumo Estruturado

CT0824 , AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE, ATO NORMATIVO, DECISÃO ADMINISTRATIVA, MAGISTRADOS, SERVIDORES, ALÍQUOTA PREVIDENCIÁRIA, REDUÇÃO, MEDIDA PROVISÓRIA, CONTRARIEDADE, (TRT), 24ª REGIÃO, COMPETÊNCIA, FALTA, DECISÃO, INCONSTITUCIONALIDADE CT1117 , MEDIDA PROVISÓRIA, EFICÁCIA, PRESERVAÇÃO, REEDIÇÃO, VALIDADE, PRAZO, ATENDIMENTO, LEI, CONVERSÃO, CONGRESSO NACIONAL, APRECIAÇÃO, AUSÊNCIA

Referências Legislativas

  • LEG-FED DCO-000014 ANO-1997 (INCONSTITUCIONALIDADE). TRT-MA 24ª REGIÃO.

Observações

Votação: Unânime. Resultado: Procedente. Veja ADIN-1727; ADIN-1610. N.PP.:(10). Análise:(LNT). Revisão:(RCO/AAF). Inclusão: 02/03/01, (MLR).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/778775/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-1617-ms