jusbrasil.com.br
18 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA: MS 28112 DF - DISTRITO FEDERAL 0005232-89.2009.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal
há 5 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Tribunal Pleno
Partes
IMPTE.(S) BRAULIO DA CUNHA CASTRO , IMPTE.(S) CAIO MARCIO MELO PATRICIO , IMPTE.(S) CARLOS DE FREITAS PRAXEDES , IMPTE.(S) CARLOS EDUARDO DA SILVA SALES 
Julgamento
19 de Dezembro de 2016
Relator
Min. CÁRMEN LÚCIA
Documentos anexos
Inteiro TeorSTF_MS_28112_3267e.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

MANDADO DE SEGURANÇA. LEI N. 8.223/2007 DA PARAÍBA. CRIAÇÃO LEGAL DE CARGOS EM COMISSÃO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADUAL (ART. 5º DA LEI N. 82.231/2007 DA PARAÍBA): ASSISTENTES ADMINISTRATIVOS. ATO DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. EXONERAÇÃO DETERMINADA. AÇÃO ANULATÓRIA: ALEGAÇÃO DE INCOMPETÊNCIA DO CNJ PARA DECLARAR INCONSTITUCIONALIDADE DE LEI. MANDADO DE SEGURANÇA DENEGADO.

1. Atuação do órgão de controle administrativo, financeiro e disciplinar da magistratura nacional nos limites da respectiva competência, afastanda a validade dos atos administrativos e a aplicação de lei estadual na qual embasados e reputada pelo Conselho Nacional de Justiça contrária à regra constitucional de ingresso no serviço público por concurso público, pela ausência dos requisitos caracterizadores do cargo comissionado.
2. Insere-se entre as competências constitucionalmente atribuídas ao Conselho Nacional de Justiça a possibilidade de afastar, por inconstitucionalidade, a aplicação de lei aproveitada como base de ato administrativo objeto de controle, determinando aos órgãos submetidos a seu espaço de influência a observância desse entendimento, por ato expresso e formal tomado pela maioria absoluta dos membros dos Conselho.
3. Ausência de desrespeito ao contraditório: sendo exoneráveis ad nutum e a exoneração não configurando punição por ato imputado aos servidores atingidos pela decisão do Conselho Nacional de Justiça, mostra-se prescindível a atuação de cada qual dos interessados no processo administrativo, notadamente pela ausência de questão de natureza subjetiva na matéria discutida pelo órgão de controle do Poder Judiciário.
4. Além dos indícios de cometimento de ofensa ao decidido na Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 3.233/PB, a leitura das atribuições conferidas ao cargo criado pelo art. 5º da Lei n. 8.223/2007, da Paraíba, evidencia burla ao comando constitucional previsto no inc. V do art. 37 da Constituição da Republica: declaração incidental de inconstitucionalidade.
5. Mandado de segurança denegado.

Decisão

O Tribunal, por unanimidade e nos termos do voto da Relatora, tendo em conta o que decidido na PET 4.656, denegou a ordem, cassada a liminar. Ausente, justificadamente, o Ministro Celso de Mello. Presidiu o julgamento a Ministra Cármen Lúcia. Plenário, 19.12.2016.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (COMPETÊNCIA, STF, JULGAMENTO, AÇÃO ORIGINÁRIA, CNJ) ACO 1680 AgR (TP), AO 1814 QO (TP). (COMPETÊNCIA, CNJ) ADC 12 (TP), MS 28141 (TP), AC 2390 MC-REF (TP). (COMPETÊNCIA, STF) ADI 3367 (TP), ACO 1680 AgR (TP), AO 1814 QO (TP), RE 24096 (1ªT). (COMPETÊNCIA, TCU) MS 25198 (TP), MS 25203 (TP). (CONCURSO PÚBLICO, PROVIMENTO, CARGO PÚBLICO) ADI 1141 (TP), ADI 3233 (TP), ADI 4125 (TP), ADI 2427 MC (TP). - Decisões monocráticas citadas: (CNJ, COMPETÊNCIA, DECLARAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE) MS 31923. (COMPETÊNCIA, CNJ) ADI 4867. - Veja MS 28112, MS 22113, MS 28114, MS 28115, MS 28116, MS 28117, MS 28118, MS 28119, MS 28120, MS 28121, MS 28318, MS 28320, MS 28327 e Pet 4656 do STF. Número de páginas: 34. Análise: 08/09/2017, JRS.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/772645185/mandado-de-seguranca-ms-28112-df-distrito-federal-0005232-8920091000000

Informações relacionadas

Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça do Piauí TJ-PI - Mandado de Segurança: MS 0008363-47.2013.8.18.0000 PI

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Mandado de Segurança: MS 1019780-52.2012.8.13.0000 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Mandado de Segurança: MS 1019780-52.2012.8.13.0000 MG