jusbrasil.com.br
13 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE XXXXX ES

Supremo Tribunal Federal
há 19 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Primeira Turma

Partes

Publicação

Julgamento

Relator

SEPÚLVEDA PERTENCE

Documentos anexos

Inteiro TeorRE_241884_ES-_24.06.2003.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

1. Professores do Estado do Espírito Santo: aplicação de lei local que determinara a incorporação ao vencimento-base da gratificação de regência de classe: inexistência de violação às garantias constitucionais do direito adquirido e da irredutibilidade de vencimentos ( CF, art. 37, XV). É firme a jurisprudência do STF no sentido de que a garantia do direito adquirido não impede a modificação para o futuro do regime de vencimentos do servidor público. Assim, e desde que não implique diminuição no quantum percebido pelo servidor, é perfeitamente possível a modificação no critério de cálculo de sua remuneração.

Resumo Estruturado

- INEXISTÊNCIA, VIOLAÇÃO, PRINCÍPIO, IRREDUTIBILIDADE, VENCIMENTO, SERVIDOR PÚBLICO // INOCORRÊNCIA, REDUÇÃO, VALOR NOMINAL // POSSIBILIDADE, MODIFICAÇÃO, CRITÉRIO, CÁLCULO, REMUNERAÇÃO // SERVIDOR PÚBLICO, AUSÊNCIA, DIREITO ADQUIRIDO, REGIME JURÍDICO. - (FUNDAMENTAÇÃO DIVERSA) EXISTÊNCIA, DISCUSSÃO, DIVERSIDADE, TRIBUNAIS, EXAME, DIREITO ADQUIRIDO, REGIME JURÍDICO, PERSPECTIVA, APLICABILIDADE, PRINCÍPIO, SEGURANÇA JURÍDICA, NECESSIDADE, IMPOSIÇÃO, CLÁUSULA DE TRÂNSITO (MINISTRO GILMAR MENDES). - (VOTO VENCIDO), EXISTÊNCIA, DIREITO ADQUIRIDO, REGIME JURÍDICO, NECESSIDADE, OBSERVÂNCIA, RELAÇÃO JURÍDICA, ESTADO, SERVIDOR PÚBLICO // OCORRÊNCIA, OFENSA, PRINCÍPIO, IRREDUTIBILIDADE, VENCIMENTO, INTEGRAÇÃO, GRATIFICAÇÃO, REGÊNCIA DE CLASSE, REMUNERAÇÃO, CONFIGURAÇÃO, REDUÇÃO, VALOR REAL, VENCIMENTO (MINISTRO MARÇO AURÉLIO).

Referências Legislativas

Observações

Votação: por maioria, vencido o Ministro Março Aurélio. Resultado: conhecido e provido. Acórdão citado: RE-226473 . N.PP.:. Análise:(ANA). Revisão:(VAS/RCO). Inclusão: 08/10/03, (SVF). Alteração: 09/10/03, (SVF).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/770782/recurso-extraordinario-re-241884-es

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 14 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 1264 SC

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX-20.2009.8.13.0180 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX-65.2008.8.13.0180 Congonhas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 2 anos

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE XXXXX MG - MINAS GERAIS XXXXX-19.2018.8.13.0000

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 17 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX SP 1999/XXXXX-7