jusbrasil.com.br
19 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - HABEAS CORPUS: HC 123776 RJ - RIO DE JANEIRO 9997505-30.2014.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal
há 4 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Primeira Turma
Partes
PACTE.(S) LEONARDO ABEL SINÓPOLI  , IMPTE.(S) JOSE COUTO FILHO E OUTRO(A/S), COATOR(A/S)(ES) RELATORA DO HC Nº 300.377 DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA 
Publicação
DJe-153 01-08-2018
Julgamento
19 de Junho de 2018
Relator
Min. MARCO AURÉLIO
Documentos anexos
Inteiro TeorSTF_HC_123776_07ff0.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Processual penal. Habeas Corpus. Estelionato, Falsidade ideológica e Uso de documento falso. Nomeação da Defensoria. Prisão processual. Ausência de ilegalidade ou abuso de poder. Incidência da Súmula 691 do STF.

1. Não se conhece de habeas corpus impetrado contra decisão monocrática proferida por Ministro de Tribunal superior que indefere a cautelar em idêntica ação constitucional. Incidência do óbice da Súmula 691/STF.
2. Ausência de teratologia, ilegalidade flagrante ou abuso de poder que justifique a concessão da ordem de ofício. A nomeação da Defensoria Pública, diante dos expedientes procrastinatórios praticados pela defesa constituída, não acarreta a automática anulação do processo, notadamente porque não demonstrado concreto prejuízo suportado pelo paciente.
3. Hipótese em que não é possível a revogação da prisão processual do paciente. Paciente condenado em segundo grau a uma pena de 21 anos, 1 mês e 21 dias de reclusão, em regime inicial fechado, havendo nos autos a informação de que o sentenciado descumpriu as medidas cautelares diversas da prisão.
4. Habeas corpus não conhecido, revogada a liminar.

Decisão

A Turma, por maioria, não conheceu da impetração e revogou a liminar anteriormente deferida, nos termos do voto do Ministro Luís Roberto Barroso, Redator para o acórdão, vencido o Ministro Marco Aurélio, Relator. Ausente, justificadamente, o Ministro Luiz Fux. Presidência do Ministro Alexandre de Moraes. Primeira Turma, 19.6.2018.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (EXECUÇÃO PROVISÓRIA DA PENA, PRINCÍPIO DA PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA) HC 126292 (TP), ADC 43 MC (TP), ADC 44 MC (TP), ARE 964246 RG, HC 152752 (TP). - Veja ADC 54 do STF. Número de páginas: 12. Análise: 24/09/2018, TLR.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/768160339/habeas-corpus-hc-123776-rj-rio-de-janeiro-9997505-3020141000000

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 2 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG. NO RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS: AgR RHC 179526 MA - MARANHÃO 0081516-24.2019.3.00.0000

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 11 meses

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG. NO HABEAS CORPUS: HC 198803 SP 0049364-17.2021.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciaano passado

Supremo Tribunal Federal STF - EMB.DECL. NO AG.REG. NA RECLAMAÇÃO: Rcl 45804 SP 0047623-39.2021.1.00.0000