jusbrasil.com.br
30 de Junho de 2022
  • 2º Grau
  • Repercussão Geral
  • Decisão de mérito
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 597064 RJ

Supremo Tribunal Federal
há 4 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

RE 597064 RJ

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

RECTE.(S) : IRMANDADE DO HOSPITAL DE NOSSA SENHORA DAS DORES, RECDO.(A/S) : AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR - ANS, INTDO.(A/S) : SOCIEDADE COOPERATIVA DE SERVIÇOS MÉDICOS E HOSPITALARES DE CURITIBA LTDA - UNIMED CURITIBA, INTDO.(A/S) : AMIL ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNACIONAL S.A., INTDO.(A/S) : UNIMED DE TATUÍ - COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO, INTDO.(A/S) : CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS FUNCIONARIOS DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL - CAMED-SAÚDE, INTDO.(A/S) : HAPVIDA ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA

Publicação

16/05/2018

Julgamento

7 de Fevereiro de 2018

Relator

GILMAR MENDES

Documentos anexos

Inteiro TeorSTF_RE_597064_9d7c2.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

ADMINISTRATIVO. RESSARCIMENTO SUS. OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE. ART. 32 DA LEI 9.656/98. ART. 199 DA CONSTTUIÇÃO FEDERAL. CONSTITUCIONALIDADE. IMPUGNAÇÃO. CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA ASSEGURADOS. PRINCÍPIO DA IRRETROATIVIDADE. FATOS JURÍGENOS POSTERIORES À VIGÊNCIA DA LEI FEDERAL.

1. O Estado, sem se desincumbir de seu ônus constitucional, possibilitou que empresas privadas, sob sua regulamentação, fiscalização e controle (ANS), prestassem a assistência à saúde de forma paralela, no intuito de compartilhar os custos e os riscos a fim de otimizar o mandamento constitucional.
2. A cobrança disciplinada no art. 32 da Lei 9.656/98 ostenta natureza jurídica indenizatória ex lege (receita originária), sendo inaplicáveis as disposições constitucionais concernentes às limitações estatais ao poder de tributar, entre elas a necessidade de edição de lei complementar.
3. Observada a cobertura contratual entre os cidadãos-usuários e as operadoras de planos de saúde, além dos limites mínimo (praticado pelo SUS) e máximo (valores de mercado pagos pelas operadoras de planos de saúde), tal ressarcimento é compatível com a permissão constitucional contida no art. 199 da Carta Maior.
4. A possibilidade de as operadoras de planos de saúde ofertarem impugnação (e recurso, atualmente), em prazo razoável e antes da cobrança administrativa e da inscrição em dívida ativa, sendo-lhes permitido suscitar matérias administrativas ou técnicas de defesa, cumpre o mandamento constitucional do inciso LV do art. da Constituição Federal.
5. O ressarcimento previsto na norma do art. 32 da Lei 9.656/98 é aplicável aos procedimentos médicos, hospitalares ou ambulatoriais custeados pelo SUS posteriores a 4.6.1998, desde que assegurado o exercício do contraditório e da ampla defesa, no âmbito administrativo, em todos os interstícios amparados por sucessivas reedições de medidas provisórias.

Decisão

O Tribunal, por unanimidade e nos termos do voto do Relator, apreciando o tema 345 da repercussão geral, negou provimento ao recurso extraordinário e fixou a seguinte tese: “É constitucional o ressarcimento previsto no art. 32 da Lei 9.656/98, o qual é aplicável aos procedimentos médicos, hospitalares ou ambulatoriais custeados pelo SUS e posteriores a 4/6/1998, assegurados o contraditório e a ampla defesa, no âmbito administrativo, em todos os marcos jurídicos”. Falaram: pela recorrente, o Dr. Dagoberto José Steinmeyer Lima; pela recorrida, o Dr. Cláudio Peret, Procurador Federal; pelo amicus curiae Sociedade Cooperativa de Serviços Médicos e Hospitalares de Curitiba Ltda - UNIMED CURITIBA, o Dr. Fábio Artigas Grillo; e, pelo amicus curiae UNIMED/RS - Federação das Cooperativas Médicas do Rio Grande do Sul Ltda, o Dr. Marco Túlio de Rose. Impedido o Ministro o Ministro Roberto Barroso. Presidiu o julgamento a Ministra Cármen Lúcia. Plenário, 7.2.2018. Tema 345 - Ressarcimento ao Sistema Único de Saúde - SUS das despesas com atendimento a beneficiários de planos privados de saúde. Tese É constitucional o ressarcimento previsto no art. 32 da Lei 9.656/98, o qual é aplicável aos procedimentos médicos, hospitalares ou ambulatoriais custeados pelo SUS e posteriores a 4/6/1998, assegurados o contraditório e a ampla defesa, no âmbito administrativo, em todos os marcos jurídicos.

Acórdão

O Tribunal, por unanimidade e nos termos do voto do Relator, apreciando o tema 345 da repercussão geral, negou provimento ao recurso extraordinário e fixou a seguinte tese: “É constitucional o ressarcimento previsto no art. 32 da Lei 9.656/98, o qual é aplicável aos procedimentos médicos, hospitalares ou ambulatoriais custeados pelo SUS e posteriores a 4/6/1998, assegurados o contraditório e a ampla defesa, no âmbito administrativo, em todos os marcos jurídicos”. Falaram: pela recorrente, o Dr. Dagoberto José Steinmeyer Lima; pela recorrida, o Dr. Cláudio Peret, Procurador Federal; pelo amicus curiae Sociedade Cooperativa de Serviços Médicos e Hospitalares de Curitiba Ltda - UNIMED CURITIBA, o Dr. Fábio Artigas Grillo; e, pelo amicus curiae UNIMED/RS - Federação das Cooperativas Médicas do Rio Grande do Sul Ltda, o Dr. Marco Túlio de Rose. Impedido o Ministro o Ministro Roberto Barroso. Presidiu o julgamento a Ministra Cármen Lúcia. Plenário, 7.2.2018.

Referências Legislativas

  • LEG-FED CF ANO-1988 ART- 00003 ART- 00005 INC-00002 INC-00036 INC-00055 ART- 00170 ART- 00195 PAR-00004 ART- 00196 ART- 00197 ART- 00198 INC-00001 INC-00002 INC-00003 PAR-00001 PAR-00002 INC-00001 INC-00002 INC-00003 PAR-00003 INC-00001 INC-00002 INC-00003 INC-00004 PAR-00004 PAR-00005 PAR-00006 ART- 00199 "CAPUT" PAR-00001 PAR-00002 PAR-00003 PAR-00004 CF-1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL
  • LEG-FED LEI- 003071 ANO-1916 ART-00159 ART- 01518 CC-1916 CÓDIGO CIVIL
  • LEG-FED LEI- 004320 ANO-1964 ART-00011 PAR-00001 PAR-00004 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED LEI- 005172 ANO-1966 ART- 00003 CTN-1966 CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL
  • LEG-FED LEI- 009656 ANO-1998 ART-00010 "CAPUT" PAR-00002 ART-00020 ART-00032 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00032 PAR-00001 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00032 PAR-00001 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-1/1998 ART-00032 PAR-00002 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00032 PAR-00003 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00032 PAR-00004 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00032 PAR-00004 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-1/1998 ART-00032 PAR-00005 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-1/1998 ART-00032 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-5/1998 ART-00032 PAR-00001 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-5/1998 ART-00032 PAR-00002 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-5/1998 ART-00032 PAR-00003 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-5/1998 ART-00032 PAR-00004 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-5/1998 ART-00032 PAR-00005 REDAÇÃO DADA PELA MPR-1685-5/1998 ART-00032 REDAÇÃO DADA PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00001 REDAÇÃO DADA PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00001 REDAÇÃO DADA PELA LEI- 12469/2011 ART-00032 PAR-00002 REDAÇÃO DADA PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00003 REDAÇÃO DADA PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00003 REDAÇÃO DADA PELA LEI- 12469/2011 ART-00032 PAR-00004 REDAÇÃO DADA PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00004 INC-00001 INCLUÍDO PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00004 INC-00002 INCLUÍDO PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00005 INCLUÍDO PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00006 INCLUÍDO PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00007 INCLUÍDO PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00007 REDAÇÃO DADA PELA LEI- 12469/2011 ART-00032 PAR-00008 INCLUÍDO PELA MPR-2177-44/2001 ART-00032 PAR-00009 INCLUÍDO PELA LEI- 12469/2011 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED LEI- 009961 ANO-2000 ART-00004 INC-00006 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED LEI- 009985 ANO-2000 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED LEI- 010406 ANO-2002 ART-00186 ART-00187 ART- 00884 CC-2002 CÓDIGO CIVIL
  • LEG-FED LEI- 012469 ANO-2011 LEI ORDINÁRIA
  • LEG-FED MPR-001685 ANO-1998 MEDIDA PROVISÓRIA REEDIÇÃO Nº 1
  • LEG-FED MPR-001685 ANO-1998 MEDIDA PROVISÓRIA REEDIÇÃO Nº 4
  • LEG-FED MPR-001685 ANO-1998 MEDIDA PROVISÓRIA REEDIÇÃO Nº 5
  • LEG-FED MPR-001730 ANO-1998 ART-0035H "CAPUT" INC-00001 INC-00002 INC-00003 INC-00004 PAR-00001 PAR-00002 MEDIDA PROVISÓRIA REEDIÇÃO Nº 7
  • LEG-FED MPR-002177 ANO-2001 MEDIDA PROVISÓRIA REEDIÇÃO Nº 44
  • LEG-FED RES-000009 ANO-1998 ART-00003 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00003 PAR-00001 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00003 PAR-00002 REDAÇÃO ORIGINÁRIA ART-00003 REDAÇÃO DADA PELA RES-22/1999 ART-00003 PAR- ÚNICO REDAÇÃO DADA PELA RES-22/1999 ART-00004 PAR-00001 PAR-00002 PAR-00003 PAR-00004 ART-00004 PAR-00005 REDAÇÃO DADA RES-22/1999 ART-00004 PAR-00005 INC-00001 REDAÇÃO DADA PELA RES-22/1999 ART-00004 PAR-00005 INC-00002 INCLUÍDO PELA RES-22/1999 ART-00004 PAR-00005 INC-00003 ART-00005 ART-00010 RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONSU
  • LEG-FED RES-000022 ANO-1999 RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONSU
  • LEG-FED RES-000017 ANO-2000 RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA DA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA ANVS
  • LEG-FED RES-000358 ANO-2014 ART-00021 ART-00022 ART-00023 ART-00024 ART-00025 ART-00026 ART-00027 ART-00028 ART-00029 ART-00033 PAR-00001 RESOLUÇÃO NORMATIVA DA DIRETORIA COLEGIADA DA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR ANS
  • LEG-FED INT-000054 ANO-2014 ANEXO-4 INSTRUÇÃO NORMATIVA DA DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR DIDES/ANS

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (RE, VALOR, RESSARCIMENTO, SUS, MATÉRIA INFRACONSTITUCIONAL) AI 804856 AgR-ED (1ªT), ARE 785653 AgR (1ªT). (PLANO DE SAÚDE, RESSARCIMENTO, SUS) ADI 1931 MC (TP). (RESPONSABILIDADE OBJETIVA, SEGURADORA, ACIDENTE DE TRÂNSITO) ADI 1003 MC (TP). (MEIA-ENTRADA, ATIVIDADE CULTURAL) ADI 1950 (TP). (PASSE LIVRE, SERVIÇO DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL, IDOSO) ADI 2649 (TP). (COMPENSAÇÃO, IMPACTO AMBIENTAL) ADI 3378 (TP). (PRINCÍPIO DA LEGALIDADE, CONSELHO DE FISCALIZAÇÃO PROFISSIONAL, FIXAÇÃO, VALOR, TAXA) RE 838284 (TP). (INCIDÊNCIA, NORMA, CARÁTER INSTITUCIONAL) RE 211304 (TP). - Decisão monocrática citada: (PODER JUDICIÁRIO, GARANTIA, DIREITO À SAÚDE) STA 175. Número de páginas: 93. Análise: 26/09/2018, AMA.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/768110451/recurso-extraordinario-re-597064-rj

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciaano passado

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 5707 MG

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 3 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG. NA PETIÇÃO: AgR Pet 7149 DF - DISTRITO FEDERAL

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 2 anos

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 639138 RS

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Embargos de Declaração-Cv: ED 500XXXX-06.2019.8.13.0027 MG

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 2 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG. EM MANDADO DE SEGURANÇA: MS 35693 DF