jusbrasil.com.br
30 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - HABEAS CORPUS: HC 91657 SP

Supremo Tribunal Federal
há 14 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

HC 91657 SP

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

FREDDY EUSÉBIO RINCON VALENCIA, EDUARDO NUNES DE SOUZA, RELATOR DA PPE Nº 588 DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Publicação

DJe-047 DIVULG 13-03-2008 PUBLIC 14-03-2008 EMENT VOL-02311-02 PP-00293

Julgamento

13 de Setembro de 2007

Relator

GILMAR MENDES

Documentos anexos

Inteiro TeorHC_91657_SP-_13.09.2007.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Habeas corpus.

1. Pedido de revogação de prisão preventiva para extradiç ão (PPE).
2. Alegações de ilegalidade da prisão em face da instrução insuficient e do pleito extradicional; nulidade da decisão que decretou a prisão do extradit ando por falta de manifestação prévia da Procuradoria-Geral da República (PGR); e desnece ssidade da prisão preventiva, sob o fundamento de que a liberdade do paciente nã o ensejaria perigo para a instrução criminal desenvolvida pelo Governo do Panamá .
3. Suposta insuficiência da instrução do pedido extradicional. Informações prestadas pelo R elator da Extradição nº 1091/Panamá indicam que o pleito está sendo processado r egularmente.
4. Alegação de nulidade da decisão que decretou a prisão do pacient e por falta de manifestação prévia da PGR. Providência estranha ao procedimento da PPE, pois não há exigência de prévia manifestação da PGR para a expedição do mandado de p risão.
5. Alegação de desnecessidade da PPE. A custódia subsiste há quase quatro meses e inexiste contra o paciente sentença de condenação nos autos do processo instaura do no Panamá.
6. PPE. Apesar de sua especificidade e da necessidade das devidas cautelas em caso de relaxamento ou concessão de liberdade provisória, é despropo rcional o tratamento que vem sendo dado ao instituto. Necessidade de observância, também n a PPE, dos requisitos do art. 312 do CPP, sob pena de expor o extraditando a sit uação de desigualdade em relação aos nacionais que respondem a processos crimina is no Brasil.
7. A PPE deve ser analisada caso a caso, e a ela deve ser atribuído limite tempo ral, compatível com o princípio da proporcionalidade;e, ainda, que esteja em con sonância com os valores supremos assegurados pelo Estado Constitucional, que com partilha com as demais entidades soberanas, em contextos internacionais e supranacionais, o d ever de efetiva proteção dos direitos humanos. 8. O Pacto de San José da Costa R ica proclama a liberdade provisória como direito fundamental da pessoa humana (A rt. 7º,5). 9. A prisão é medida excepcional em nosso Estado de Direito e não pode ser utilizad a como meio generalizado de limitação das liberdades dos cidadãos (Art. 5º, LXVI). Inexiste razão, tanto com base na CF/88, quanto nos tratados internacionais c om relação ao respeito aos direitos humanos e a dignidade da pessoa humana, para que tal enten dimento não seja também aplicado às PPE´s. 10. Ordem deferida para que o pacient e aguarde em liberdade o julgamento da Extradição no 1091/Panamá. Precedentes: E xt. nº 1008/Colômbia, Rel. DJ 17.
8.2007; Ext 791/Portugal, Rel. Min. Celso de Mello, DJ de 23.10.2000; AC n. 70/RS, Rel. Min. Sepúlveda Pertence, DJ de 12.3.2004; Ext- QO. nº 1054/EUA, Rel. Min. Março Aurélio, DJ de 14.
9.2007.

Decisão

O Tribunal, por maioria, vencidos os Senhores Ministros Menezes Direito e Março Aurélio, deferiu a ordem de habeas corpus, nos termos do voto do Relator. Impedido o Senhor Ministro Ricardo Lewandowski. Ausentes, justificadamente, a Senhora Ministra Cármen Lúcia e o Senhor Ministro Eros Grau. Presidiu o julgamento a Senhora Ministra Ellen Gracie. Plenário, 13.09.2007.

Resumo Estruturado

- VIDE EMENTA E INDEXAÇÃO PARCIAL: NECESSIDADE, SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, REVISÃO, ENTENDIMENTO, OBRIGATORIEDADE, PRISÃO PREVENTIVA, CONDIÇÃO, PROCEDIBILIDADE, EXTRADIÇÃO. DIREITOS INDIVIDUAIS, SIGNIFICADO RELEVANTE, ORDEM CONSTITUCIONAL. DIREITOS FUNDAMENTAIS, CARACTERIZAÇÃO, ELEMENTO INTEGRANTE, IDENTIDADE, CONTINUIDADE, CONSTITUIÇÃO FEDERAL. DIREITO FUNDAMENTAL, CARÁTER PENAL, CARÁTER PROCESSUAL, CARÁTER PROCESSUAL-PENAL, PAPEL FUNDAMENTAL, CONCRETIZAÇÃO, ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO. BOA APLICAÇÃO, DIREITO FUNDAMENTAL, CUMPRIMENTO, PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA. ESTADO TOTALITÁRIO, DIFERENÇA, ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, FORMA, REGULAÇÃO, ORDEM JURÍDICA INTERNA, ÊNFASE, EFICÁCIA, PRISÃO PREVENTIVA. PODER JUDICIÁRIO, PAPEL, GARANTIA, DIREITOS FUNDAMENTAIS. PACTO DE SAN JOSÉ DA COSTA RICA, CARÁTER UNIVESAL, CARÁTER TRANSNACIONAL, FIXAÇÃO, LIBERDADE PROVISÓRIA, CARACTERIZAÇÃO, DIREITO FUNDAMENTAL, PESSOA HUMANA. OCORRÊNCIA, ABERTURA, ESTADO CONSTITUCIONAL, ORDEM JURÍDICA SUPRANACIONAL, SURGIMENTO, ESTADO CONSTITUCIONAL COOPERATIVO. RELEVÂNCIA, TRATADO INTERNACIONAL, PROTEÇÃO, DIREITOS HUMANOS, DIREITOS FUNDAMENTAIS. - VOTO VENCIDO, MIN. MENEZES DIREITO: MANUTENÇÃO, JURISPRUDÊNCIA, STF, SENTIDO, INTERPRETAÇÃO ESTRITA, DISPOSITIVO, ESTATUTO DO ESTRANGEIRO, OBRIGATORIEDADE, PRISÃO PREVENTIVA, EXTRADIÇÃO. JURISPRUDÊNCIA, STF, EXCEÇÃO, PRISÃO, EXTRADIÇÃO, HIPÓTESE, OCORRÊNCIA, SITUAÇÃO PECULIAR, EXEMPLO, EXCESSO DE PRAZO, ESTADO DE SAÚDE, EXTRADITANDO.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdãos citados: AC 70 QO, Ext 579 QO, Ext 633, Ext 744, Ext 746, Ext 791, Ext 845, Ext 987, Ext 1008, Ext 1054 QO, Ext 1091, HC 81709, HC 82261 QO, HC 83326, HC 85381, HC 90070, RE 349703, RE 466343. - Veja PPE 588 e Ext 1091. N.PP.: 38 Análise: 14/04/2008, AAC.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/756068/habeas-corpus-hc-91657-sp

Informações relacionadas

Tribunal Regional Federal da 2ª Região
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2: 000XXXX-84.2006.4.02.5002 ES 000XXXX-84.2006.4.02.5002

Laura Carvalho, Advogado
Artigoshá 7 anos

Causas Extintivas de Punibilidade

Artigoshá 7 anos

Prescrição da pretensão punitiva

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 14 anos

Supremo Tribunal Federal STF - HABEAS CORPUS: HC 91657 SP

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 14 anos

Supremo Tribunal Federal STF - EXTRADIÇÃO: Ext 1091 PM