jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - EMB.DECL.NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE-ED 328812 AM

Supremo Tribunal Federal
há 14 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

RE-ED 328812 AM

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

MARIA AUXILIADORA SANTOS CABRAL DOS ANJOS, JOSÉ TÔRRES DAS NEVES E OUTRO(A/S), INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS, JOSÉ MARIA RICARDO

Publicação

DJe-078 DIVULG 30-04-2008 PUBLIC 02-05-2008 EMENT VOL-02317-04 PP-00748

Julgamento

6 de Março de 2008

Relator

GILMAR MENDES

Documentos anexos

Inteiro TeorRE-ED_328812_AM-_06.03.2008.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Embargos de Declaração em Recurso Extraordinário.

2. Julgamento remetido ao Plenário pela Segunda Turma. Conhecimento.
3. É possível ao Plenário apreciar embargos de declaração opostos contra acórdão prolatado por órgão fracionário, quando o processo foi remetido pela Turma originalmente competente. Maioria.
4. Ação Rescisória. Matéria constitucional. Inaplicabilidade da Súmula 343/STF.
5. A manutenção de decisões das instâncias ordinárias divergentes da interpretação adotada pelo STF revela-se afrontosa à força normativa da Constituição e ao princípio da máxima efetividade da norma constitucional.
6. Cabe ação rescisória por ofensa à literal disposição constitucional, ainda que a decisão rescindenda tenha se baseado em interpretação controvertida ou seja anterior à orientação fixada pelo Supremo Tribunal Federal.
7. Embargos de Declaração rejeitados, mantida a conclusão da Segunda Turma para que o Tribunal a quo aprecie a ação rescisória.

Decisão

Preliminarmente, o Tribunal, por maioria, conheceu dos embargos, vencido o Senhor Ministro Março Aurélio. No mérito, o Tribunal, por unanimidade, rejeitou os embargos de declaração, nos termos do voto do relator. Ausente, justificadamente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa e, neste julgamento, a Senhora Ministra Ellen Gracie (Presidente). Presidiu o julgamento o Senhor Ministro Gilmar Mendes (Vice-Presidente). Plenário, 06.03.2008. Decisão: A Turma, por votação unânime, acolhendo proposta do Relator, afetou ao Plenário do Tribunal o julgamento do presente recurso. 2ª Turma, 04.11.2003. Decisão: Preliminarmente, o Tribunal, por maioria, conheceu dos embargos, vencido o Senhor Ministro Março Aurélio. No mérito, o Tribunal, por unanimidade, rejeitou os embargos de declaração, nos termos do voto do relator. Ausente, justificadamente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa e, neste julgamento, a Senhora Ministra Ellen Gracie (Presidente). Presidiu o julgamento o Senhor Ministro Gilmar Mendes (Vice-Presidente). Plenário, 06.03.2008.

Resumo Estruturado

- VIDE EMENTA E INDEXAÇÃO PARCIAL: AUSÊNCIA, OBJETIVO, EMBARGOS DE DECLARAÇÃO, DETERMINAÇÃO, AUTORIDADE JUDICIÁRIA, REEXAME, DECISÃO. POSSIBILIDADE, STF, CONSIDERAÇÃO, FUNDAMENTO DIVERSO, ACÓRDÃO RECORRIDO, MOMENTO, JULGAMENTO, RECURSO EXTRAORDINÁRIO. CARACTERIZAÇÃO, PRESSUPOSTO, AÇÃO RESCISÓRIA, DECISÃO RESCIDENDA, OFENSA DIRETA, NORMA CONSTITUCIONAL. DESRESPEITO, SÚMULA, PRINCÍPIO DA MÁXIMA EFETIVIDADE DA NORMA CONSTITUCIONAL, FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, DECORRÊNCIA, CABIMENTO, AÇÃO RESCISÓRIA, HIPÓTESE, FUNDAMENTO DA DECISÃO, TRIBUNAL, INTERPRETAÇÃO CONTROVERTIDA, NORMA INFRACONSTITUCIONAL. AFASTAMENTO, INCIDÊNCIA, SÚMULA, CONFIGURAÇÃO, MEDIDA DE INSTRUMENTALIZAÇÃO, FORÇA NORMATIVA, CONSTITUIÇÃO FEDERAL. INSTITUTO DA RESCISÓRIA, CONCILIAÇÃO, DUALIDADE, VALOR JURÍDICO, SEGURANÇA JURÍDICA, COISA JULGADA, DEVIDO PROCESSO LEGAL, REFORMA PERMANENTE, DECISÃO JUDICIAL. CARACTERIZAÇÃO, INSTITUTO DA RESCISORIA, REALIZAÇÃO, IDÉIA DE JUSTIÇA, MEIO, CORREÇÃO, DECISÃO JUDICIAL, GARANTIA, APLICAÇÃO, LEI, ATENDIMENTO, PRINCÍPIO DA ISONOMIA. OBJETIVAÇÃO, STF, LIMITAÇÃO, INTERPRETAÇÃO, CONTÉUDO, NORMA INFRACONSTITUCIONAL, CONFORMIDADE, CONSTITUIÇÃO FEDERAL. NECESSIDADE, OBSERVÂNCIA, PRAZO, AÇÃO RESCISÓRIA, RESPEITO, SEGURANÇA JURÍDICA, DECISÃO. NECESSIDADE, EFEITO VINCULANTE, DECISÃO, STF, INTERPRETAÇÃO, NORMA INFRACONSTITUCIONAL. POSSIBILIDADE, OCORRÊNCIA, DUALIDADE, INTERPRETAÇÃO RAZOÁVEL, NORMA. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. MENEZES DE DIREITO: CABIMENTO, AÇÃO RESCISÓRIA, HIPÓTESE, OCORRÊNCIA, ALTERAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA, STF, POSTERIORIDADE, DECISÃO RESCINDENDA. NECESSIDADE, EDIÇÃO, SÚMULA VINCULANTE, REGÊNCIA, MATÉRIA. POSSIBILIDADE, PLENÁRIO, JULGAMENTO, EMBARGOS DE DECLARAÇÃO, DECISÃO, TURMA, HIPÓTESE, MATÉRIA, EXIGÊNCIA, REDEFINIÇÃO, JURISPRUDÊNCIA, STF. -FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. RICARDO LEWANDOWSKI: INCOMPATIBILIDADE, PRINCÍPIO DA SUPREMACIA DA CONSTITUIÇÃO, DECISÃO JUDICIAL, DESCONFORMIDADE, ORDENAMENTO JURÍDICO. CARACTERIZAÇÃO, PRESSUPOSTO, EDIÇÃO, SÚMULA VINCULANTE, EXISTÊNCIA, DECISÃO REITERADA, IDENTIDADE, MATÉRIA. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. CEZAR PLUSO: NECESSIDADE, CANCELAMENTO, SÚMULA, DECORRÊNCIA, DIVERGÊNCIA, INTERPRETAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA ATUAL. - VOTO VENCIDO, MIN. MARÇO AURÉLIO: IMPOSSIBILIDADE, DESLOCAMENTO0, PLENÁRIO, JULGAMENTO, EMBARGOS DE DECLARAÇÃO, COMPETÊNCIA, TURMA, PROFERIMENTO, DECISÃO EMBARGADA.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdãos citados: AR 1572, RE 89108 , RE 298694 , RE 101114 , RE 103880 , AI 460439 AgR. - Veja RE 328812 AgR. N.PP.: 46 Análise: 24/06/2008, CEL. Revisão: 24/06/2008, CEL.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/754013/embdeclno-recurso-extraordinario-re-ed-328812-am

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 11 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 4277 DF

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Embargos de Declaração: ED 015XXXX-89.2015.8.11.0000 158673/2015

Superior Tribunal de Justiça STJ - EDcl no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: EDcl no AREsp 1929157 SP 2021/0200949-6

Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes
Notíciashá 12 anos

No que consiste o princípio da máxima efetividade das normas constitucionais? - Leandro Vilela Brambilla

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC 111XXXX-35.2016.8.26.0100 SP 111XXXX-35.2016.8.26.0100