jusbrasil.com.br
16 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - INQUÉRITO: Inq 579 DF

Supremo Tribunal Federal
há 30 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
Inq 579 DF
Órgão Julgador
TRIBUNAL PLENO
Partes
ALBUINO DA CUNHA AZEREDO, ANTÔNIO CARLOS DE ALMEIDA CASTRO E OUTROS, RITA CAMATA, ALBUINO DA CUNHA AZEVEDO
Publicação
DJ 14-08-1992 PP-12224 EMENT VOL-01670-01 PP-00076 RTJ VOL-00141-02 PP-00406
Julgamento
26 de Março de 1992
Relator
CÉLIO BORJA
Documentos anexos
Inteiro TeorINQ_579_DF-_26.03.1992.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Inquerito. Parlamentar. Imputação de crimes contra a honra. Representação do ofendido. Discurso proferido da Tribuna da Câmara dos Deputados. "Imunidade Material". Arquivamento requerido pelo Ministério Federal. Pedido deferido. Demonstrado que as expressões tidas como ofensivas foram proferidas pelo parlamentar, no exercício do mandato, a inviolabilidade conferida a Deputados e Senadores "por suas opinioes, palavras e votos" ( CF, art. 53, CAPUT), impede a instauração da PERSECUTIO CRIMINIS. Arquivamento da representação.

Resumo Estruturado

PP1061, INQUÉRITO, ARQUIVAMENTO, CRIME CONTRA A HONRA, IMUNIDADE, PARLAMENTAR, IMUNIDADE MATERIAL, DEPUTADO FEDERAL, DISCURSO EM TRIBUNA.

Referências Legislativas

Observações

Votação: unânime. Resultado: arquivado. Acórdão citado: Inq-510. N.PP.:. Revisão: (NCS). Inlcusão: 08/09/92 (MV). Alteração: 11/12/03, (MLR).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/751231/inquerito-inq-579-df

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 3 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG. NA PETIÇÃO: AgR Pet 5626 DF - DISTRITO FEDERAL 0002658-83.2015.1.00.0000

Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Jurisprudênciahá 19 anos

Tribunal Regional Federal da 5ª Região TRF-5 - Inquerito: INQ 0025155-29.2000.4.05.0000 PB 0025155-29.2000.4.05.0000

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 30 anos

Supremo Tribunal Federal STF - INQUÉRITO: Inq 579 DF