jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE XXXXX MG

Supremo Tribunal Federal
há 25 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

TRIBUNAL PLENO

Partes

Publicação

Julgamento

Relator

SEPÚLVEDA PERTENCE

Documentos anexos

Inteiro TeorRE_164715_MG-_13.06.1996.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

- Direito do Trabalho: Legislação federal sobre reajuste de salário ("gatilho salarial"): incidência direta sobre as relações contratuais trabalhistas do Estado-membro e suas autarquias. No âmbito da competência privativa da União para legislar sobre Direito do Trabalho - que abrange as normas de reajuste salarial compulsório - a lei federal incide diretamente sobre as relações contratuais dos servidores dos Estados, dos Municípios e das respectivas autarquias: uma coisa é repelir - por força da autonomia do Estado ou da vedação de vinculações remuneratórias -, que a legislação local possa atrelar os ganhos dos servidores estaduais, estatutários ou não, a vencimentos da União ou índices federais de qualquer sorte. Outra coisa bem diversa é afirmar a incidência direta sobre os salários de servidores locais, regidos pelo Direito do Trabalho, de lei federal sobre reajustes salarias: aqui, o problema não é de vinculação; nem de usurpação ou renúncia indevida à autonomia do Estado; é.sim, de competência da União para legislar sobre Direito do Trabalho.

Acórdão

AI XXXXX AgR ANO-2000 UF-MG TURMA-01 N.PP-006 Min. SYDNEY SANCHES DJ 25-08-2000 PP-00060 EMENT VOL-02001-02 PP-00334

Resumo Estruturado

- DIREITO, SERVIDORES PÚBLICOS LOCAIS, REGIME CELETISTA, RECEBIMENTO, DIFERENÇA SALARIAL, GATILHO SALARIAL, INCIDÊNCIA DIRETA, LEI FEDERAL, RELAÇÃO CONTRATUAL, ( CLT), SERVIDORES, ENTES FEDERADOS, AUTARQUIAS // COMPETÊNCIA PRIVATIVA, UNIÃO, LEGISLAÇÃO, DIREITO DO TRABALHO, ABRANGÊNCIA, NORMAS, REAJUSTE SALARIAL COMPULSÓRIO // INOCORRÊNCIA, VINCULAÇÃO REMUNERATÓRIA // AUSÊNCIA, USURPAÇÃO, RENÚNCIA, AUTONOMIA ESTADUAL.

Referências Legislativas

Observações

Votação: unânime. Resultado: não conhecido. Acórdãos citado: RP-745 . N.PP.:. Análise:(CMM). Revisão:(AAF). Inclusão: 23/08/00, (MLR). Alteração: 26/07/02, (MLR).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/743882/recurso-extraordinario-re-164715-mg

Informações relacionadas

Allan Andreassa Zanelato Sereia, Advogado
Modeloshá 2 anos

[Modelo] Reclamatória Trabalhista pelo rito sumaríssimo

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - RECURSO ORDINÁRIO: RO XXXXX20185010483 RJ

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Direta de Inconstitucionalidade: ADI XXXXX PR XXXXX-1 (Acórdão)

Jurisprudênciahá 15 anos

Tribunal de Justiça de Rondônia TJ-RO - Apelação Cível: AC XXXXX-88.2006.822.0001 RO XXXXX-88.2006.822.0001

Lucas Vinícios, Advogado
Modeloshá 2 anos

Modelo de Ação Direta de Inconstitucionalidade - ADI