jusbrasil.com.br
28 de Outubro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - QUESTÃO DE ORDEM NO HABEAS CORPUS : HC-QO 79570 RS

Supremo Tribunal Federal
há 18 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
HC-QO 79570 RS
Órgão Julgador
Tribunal Pleno
Partes
MAURO SOARES DA LUZ, VERA MARIA STRELOW DA LUZ, MARCELO LUZ, ANTONIO DIONÍSIO LOPES E OUTROS, TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS DA COMARCA DE PORTO ALEGRE
Publicação
DJ 01-08-2003 PP-00103 EMENT VOL-02117-41 PP-08776 EMENT VOL-01860-2 PP-00557
Julgamento
10 de Novembro de 1999
Relator
MARCO AURÉLIO
Documentos anexos
Inteiro TeorHC-QO_79570_RS-_10.11.1999.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

ACÓRDÃO - REDAÇÃO - DESLOCAMENTO.

Na dicção da ilustrada maioria, entendimento em relação ao qual guardo reservas, o fato de o Relator não formar na corrente majoritária em questão preliminar não desloca a redação do acórdão, fenômeno só observado relativamente ao mérito. COMPETÊNCIA - HABEAS CORPUS - ATO DE JUIZADO ESPECIAL. Ainda de acordo com a douta maioria, conclusão sobre a qual também faço restrições, votando vencido na espécie, na companhia honrosa dos Ministros Nelson Jobim, Ilmar Galvão, Néri da Silveira e Carlos Velloso (Presidente), incumbe ao Supremo Tribunal Federal julgar habeas corpus impetrados contra atos de Turmas dos Juizados Especiais. COMPETÊNCIA - JUIZADOS ESPECIAIS - CRIME CONTRA A PROPRIEDADE IMATERIAL. A ausência de procedimento especial é conducente a assentar-se a competência dos Juizados Especiais Criminais.

Decisão

Decisão : O Tribunal, por maioria, vencidos os Senhores Ministros Março Aurélio (Relator), Nelson Jobim, Ilmar Galvão, Néri da Silveira e o Presidente (Min. Carlos Velloso), reconheceu a sua competência para o julgamento do habeas corpus. No mérito, o Tribunal, por unanimidade, deferiu o pedido, nos termos do voto do Senhor Ministro Relator. Votou o Presidente. Plenário, 10.11.99. Decisão : Apreciando questão de ordem apresentada no Habeas Corpus 79.570-6/RS, o Tribunal, por maioria, vencidos os Senhores Ministros Março Aurélio (Relator) e Sepúlveda Pertence, decidiu no sentido de que, vencido o Relator originário na preliminar de competência do Tribunal mas vencedor no mérito, continuará ele relator do acórdão. Votou o Presidente. Plenário, 01.02.2000.

Resumo Estruturado

- (PRELIMINAR), COMPETÊNCIA, (STF), JULGAMENTO, HABEAS CORPUS, ATO, TURMA RECURSAL, JUIZADOS ESPECIAIS, FUNDAMENTO, CRITÉRIO, HIERARQUIA, JURISDIÇÃO, COMPETÊNCIA, RECURSO EXTRAORDINÁRIO, EXCLUSIVIDADE, RECURSO, IMPUGNAÇÃO, DECISÃO, TURMA RECURSAL, ÚNICA INSTÂNCIA. - (FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR), (PRELIMINAR), (MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE), PREVALÊNCIA, CRITÉRIO, COMPETÊNCIA RECURSAL, HABEAS CORPUS SUBSTITUTIVO DE RECURSO. POSSIBILIDADE, COMPROMETIMENTO, CELERIDADE, PROCEDIMENTO, JUIZADOS ESPECIAIS, SUPERPOSIÇÃO, INSTÂNCIA, CONSEQÜÊNCIA, FIXAÇÃO, COMPETÊNCIA, TRIBUNAL DE JUSTIÇA, (HC), DECISÃO, SUJEIÇÃO, JURISDIÇÃO, (STJ), (STF). - (FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR), (PRELIMINAR), (MIN. MOREIRA ALVES), POSSIBILIDADE, (STF), AMPLIAÇÃO, COMPETÊNCIA PRÓPRIA, HIPÓTESE, LACUNA, SISTEMA, COMPETÊNCIA, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, APLICAÇÃO, PRINCÍPIO DA INAFASTABILIDADE DA JURISDIÇÃO. - (VOTO VENCIDO), (PRELIMINAR), (MIN. MARÇO AURÉLIO, MIN. NELSON JOBIM E MIN. ILMAR GALVÃO), COMPETÊNCIA, TRIBUNAL DE JUSTIÇA, JULGAMENTO, HABEAS CORPUS, ATO, TURMA RECURSAL, FUNDAMENTO, SUJEIÇÃO, JUIZ ESTADUAL, TURMA RECURSAL, JURISDIÇÃO, (TJ), CRIME COMUM, CRIME DE RESPONSABILIDADE. COMPETÊNCIA, (STF), JULGAMENTO, (HC), EXCLUSIVIDADE, DECISÃO, ORIGEM, TRIBUNAL SUPERIOR, CONFORMIDADE, EMENDA CONSTITUCIONAL. - (VOTO VENCIDO), (PRELIMINAR), (MIN. NÉRI DA SILVEIRA), DESCARACTERIZAÇÃO, HABEAS CORPUS, NATUREZA, RECURSO. COMPETÊNCIA, JULGAMENTO, HABEAS CORPUS, PREVISÃO, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, LIMITAÇÃO, COMPETÊNCIA, (STF), HIPÓTESE, AUTORIDADE COATORA, TRIBUNAL SUPERIOR, FUNCIONÁRIO, ATO, SUJEIÇÃO DIRETA, (STF). - (MÉRITO), COMPETÊNCIA, TURMA RECURSAL, JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL, JULGAMENTO, APELAÇÃO, APLICABILIDADE, LEI, JUIZADOS ESPECIAIS, CRIME CONTRA A PROPRIEDADE IMATERIAL, INEXISTÊNCIA, PROCEDIMENTO ESPECIAL. - (QUESTÃO DE ORDEM), CONSIDERAÇÃO, MÉRITO, DECISÃO, CRITÉRIO, DEFINIÇÃO, RELATOR, PROCESSO, IRRELEVÂNCIA, VOTO VENCIDO, PRELIMINAR. - (FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR), (QUESTÃO DE ORDEM), (MIN. MOREIRA ALVES), POSSIBILIDADE, RELATOR, VOTO VENCEDOR, FUNDAMENTAÇÃO DIVERSA, OBRIGATORIEDADE, INCLUSÃO, EMENTA. - (VOTO VENCIDO), (QUESTÃO DE ORDEM), (MIN. MARÇO AURÉLIO E MIN. SEPÚLVEDA PERTENCE), DETERMINAÇÃO, RELATOR, CRITÉRIO, PRIMEIRO VOTO INTEIRAMENTE VENCEDOR. INCOMPATIBILIDADE, JULGAMENTO, EMBARGOS DE DECLARAÇÃO, RELATOR, VOTO, CONTRARIEDADE, TESE VENCEDORA.

Referências Legislativas

Observações

Acórdãos citados: CJ-6979 , HC-67263 , HC-71524, H (RTJ-144/794) C-71713, RH (RTJ-129/249) C-75308 , HC-76294 , HC-77647, H (RTJ-177/784) C-78317 ; R (RTJ-168/222) TJ-144/135. N.PP.:.(RTJ-171/592)(54) Análise:(JOY). Inclusão: 14/05/2004, (MLR). Alteração: 16/11/2005, (JOY).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/738519/questao-de-ordem-no-habeas-corpus-hc-qo-79570-rs