jusbrasil.com.br
17 de Outubro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 0020385-74.2007.8.17.0001 PE - PERNAMBUCO

Supremo Tribunal Federal
há 2 anos
Detalhes da Jurisprudência
Partes
RECTE.(S) : LOCALIZA RENT A CAR SA, RECDO.(A/S) : ESTADO DE PERNAMBUCO
Publicação
DJe-138 26/06/2019
Julgamento
18 de Junho de 2019
Relator
Min. MARCO AURÉLIO
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão

Petição/STF nº 27.773/2019 DECISÃO PROCESSO SUBJETIVO – TERCEIRO – ADMISSÃO. 1. O Gabinete prestou as seguintes informações: A Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores – FENABRAVE, mediante petição subscrita por advogados regularmente credenciados, requer a admissão no processo como terceira interessada. Sustenta possuir representatividade, em virtude de ser entidade com o objetivo de proteger os interesses políticos, econômicos e jurídicos das concessionárias de veículos. Discorre sobre o mérito da controvérsia. Pretende entregar memoriais e realizar sustentação oral. Apresenta procuração e documentos constitutivos. O Supremo, em 19 de outubro de 2018, reconheceu a existência de repercussão geral da matéria alusiva à incidência do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS na venda de automóveis integrantes do ativo imobilizado de empresas locadoras de veículos adquiridos diretamente das montadoras, independentemente de a compra ter ocorrido em prazo inferior a 1 ano – Tema nº 1.012. O processo é físico e encontra-se concluso. 2. A controvérsia tem repercussão ímpar ao versar a aplicação tributária considerada a venda de ativo imobilizado. Está-se diante de questão de interesse dos associados da entidade requerente, sob o ângulo da representatividade. O quadro mostra-se favorável ao acolhimento do pedido. 3. Admito o ingresso da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores – FENABRAVE como terceira interessada no processo, recebendo-o no estágio em que se encontra. 4. Publiquem. Brasília, 18 de junho de 2019. Ministro MARCO AURÉLIO Relator
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/729369863/recurso-extraordinario-re-1025986-pe-pernambuco

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 3 anos

Supremo Tribunal Federal STF - REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RG RE 0020385-74.2007.8.17.0001 PE - PERNAMBUCO 0020385-74.2007.8.17.0001

IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS - ATIVO IMOBILIZADO - VENDA DE BENS - CONVÊNIO - CONSTITUCIONALIDADE - ADMISSÃO NA ORIGEM - RECURSO EXTRAORDINÁRIO - REPERCUSSÃO GERAL CONFIGURADA. Possui repercussão geral a controvérsia alusiva à incidência tributária considerada a venda de ativo imobilizado. (RE …
Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciaano passado

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 0020385-74.2007.8.17.0001 PE - PERNAMBUCO 0020385-74.2007.8.17.0001

Petição/STF nº 44.478/2020 DECISAO RECURSO EXTRAORDINÁRIO – JULGAMENTO VIRTUAL – MANUTENÇAO. 1. O assessor David Laerte Vieira prestou as seguintes informações: Localiza Rent a Car S.A., mediante petição subscrita por advogados regularmente credenciados, busca a retirada do processo da lista de julgamentos virtuais a …
Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciaano passado

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 0020385-74.2007.8.17.0001 PE 0020385-74.2007.8.17.0001

CONSTITUCIONAL E TRIBUTÁRIO. TEMA 1012 DA REPERCUSSÃO GERAL. INCIDÊNCIA LEGÍTIMA DE ICMS SOBRE A VENDA DE AUTOMÓVEIS, POR EMPRESAS LOCADORAS DE VEÍCULOS, ANTES DE UM ANO DE SUA AQUISIÇÃO DAS MONTADORAS. RECURSO EXTRAORDINÁRIO IMPROVIDO. 1. Nos termos do artigo 155, § 2º, inciso XII, alínea “g, da Constituição Federal, …