jusbrasil.com.br
9 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - CONFLITO DE JURISDIÇÃO: CJ 6707 RJ

Supremo Tribunal Federal
há 34 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

TRIBUNAL PLENO

Publicação

Julgamento

Relator

MOREIRA ALVES

Documentos anexos

Inteiro TeorCJ_6707_RJ-_17.08.1988.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

CONFLITO NEGATIVO DE JURISDIÇÃO. PORTE ILEGAL DE ARMA DE USO PRIVATIVO DAS FORÇAS ARMADAS. NÃO HÁ, NO CASO, CRIME CONTRA A SEGURANÇA NACIONAL POR INEXISTÊNCIA DE ELEMENTO QUE INDIQUE MOTIVAÇÃO POLÍTICA NA AÇÃO DO RÉU, NEM EXISTE, POR OUTRO LADO, CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO MILITAR, UMA VEZ QUE A ARMA EM CAUSA, EMBORA DE USO PRIVATIVO DAS FORÇAS ARMADAS, NÃO E DE PROPRIEDADE DESTAS. CONFLITO DE JURISDIÇÃO CONHECIDO, E DECLARADA A COMPETÊNCIA DO TRIBUNAL SUSCITADO.

Acórdão

CJ 6965 ANO-1990 UF-DF TURMA-TP AUD-26-10-1990 Min. CÉLIO BORJA DJ 26-10-1990 PP-11977 EMENT VOL-01600-02 PP-00219

Resumo Estruturado

CONTRAVENÇÃO PENAL, ILEGALIDADE, PORTE DE ARMA, UTILIZAÇÃO, EXCLUSIVIDADE, FORÇAS ARMADAS, AUSÊNCIA, PROPRIEDADE, DESCARACTERIZAÇÃO, CRIME CONTRA A SEGURANÇA NACIONAL, INEXISTÊNCIA, MOTIVO, POLÍTICO, CONDUTA, RÉU. CONHECIMENTO, CONFLITO DE JURISDIÇÃO, DECLARAÇÃO, COMPETÊNCIA, JUSTIÇA COMUM, (RJ), ANDAMENTO, JULGAMENTO, APELAÇÃO, TRIBUNAL DE ALÇADA, SUSCITADO. PP2831, COMPETÊNCIA JURISDICIONAL (CRIMINAL), CONTRAVENÇÃO PENAL

Referências Legislativas

Observações

VOTAÇÃO: UNÂNIME. RESULTADO: CONHECIDO. REC6PP. ANO: 1988 AUD:14-10-1988 Alteração: 05/10/00, (SVF).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/722590/conflito-de-jurisdicao-cj-6707-rj

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-87.2010.8.19.0014

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX MG 2009/XXXXX-7