jusbrasil.com.br
17 de Outubro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - EMBARGOS NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE-embargos 73343 MG

Supremo Tribunal Federal
há 48 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
RE-embargos 73343 MG
Órgão Julgador
TRIBUNAL PLENO
Publicação
DJ 02-01-1974 PP-*****
Julgamento
19 de Setembro de 1973
Relator
DJACI FALCAO
Documentos anexos
Inteiro TeorRE-EMBARGOS_73343_MG-_19.09.1973.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMBARGOS DE DIVERGENCIA CONHECIDOS POR MAIORIA DE VOTOS. A FIXAÇÃO ALUGUEIS CERTOS, ANO A ANO, CONVENCIONADOS NO CONTRATO, NÃO AFASTA A CORREÇÃO MONETÁRIA PREVISTA NO ART. 1., DO DEC.-LEI N.4/66. A PROGRESSIVIDADE DO ALUGUEL, EM BASE FIXA, PODE NÃO ATENDER AOS INDICES DO AUMENTO DO CUSTO DE VIDA, A EFETIVA DECADENCIA DO PODER AQUISITIVO DA MOEDA. QUANDO A PROGRESSAO CONVENCIONADA NÃO GUARDA O SENTIDO DE CORREÇÃO MONETÁRIA, CABE AO LOCADOR PLEITEAR A SUA OBTENÇÃO MEDIANTE ARBITRAMENTO JUDICIAL, DESDE QUE DECORRIDO O BIENIO DE LEI. EMBARGOS DESPREZADOS.

Resumo Estruturado

LOCAÇÃO, ALUGUEIS, FIXAÇÃO, ANO A ANO, CORREÇÃO MONETÁRIA INCIDENCIA (DL. 4/66). DIREITO CIVIL LOCAÇÃO COMERCIAL

Observações

DOCUMENTO INCLUIDO SEM REVISÃO DO STF ANO: 1974 AUD:19-12-1973
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/713271/embargos-no-recurso-extraordinario-re-embargos-73343-mg

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 49 anos

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 73343 MG

REVISÃO DE ALUGUEL EM CONTRATO DE LOCAÇÃO COMERCIAL. SEU CABIMENTO. FIXAÇÃO DO NOVO ALUGUEL A PARTIR DE CITAÇÃO. HONORARIOS DE ADVOGADO. RECURSO CONHECIDO EM PARTE, MAS NÃO PROVIDO.
Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 19 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 0044366-70.2002.3.00.0000 DF 2002/0044366-5

ADMINISTRATIVO E PROCESSO CIVIL - IMÓVEL FUNCIONAL - AQUISIÇÃO - SERVIDOR CIVIL DO MINISTÉRIO DO EXÉRCITO. 1. O ato omissivo tem efeitos que se protraem no tempo, e enquanto não cessada a omissão, não se inicia o prazo decadencial. 2. São legitimados para responderem pelo ato omissivo todos aqueles que por lei se …
Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 19 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 0044366-70.2002.3.00.0000 DF 2002/0044366-5

ADMINISTRATIVO E PROCESSO CIVIL - IMÓVEL FUNCIONAL - AQUISIÇÃO - SERVIDOR CIVIL DO MINISTÉRIO DO EXÉRCITO. 1. O ato omissivo tem efeitos que se protraem no tempo, e enquanto não cessada a omissão, não se inicia o prazo decadencial. 2. São legitimados para responderem pelo ato omissivo todos aqueles que por lei se …