jusbrasil.com.br
9 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - EMBARGOS NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE-embargos 69080 SP

Supremo Tribunal Federal
há 46 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

TRIBUNAL PLENO

Publicação

Julgamento

Relator

ANTONIO NEDER

Documentos anexos

Inteiro TeorRE-EMBARGOS_69080_SP-_19.02.1976.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

1. IMUNIDADE TRIBUTÁRIA RECIPROCA. NÃO E EXTENSIVEL AS PESSOAS NATURAIS E AS PESSOAS JURÍDICO-PRIVADAS QUE VENDAM BENS OU MERCADORIAS AS ENTIDADES PUBLICAS, MESMO QUE O IMPOSTO SEJA TRANSFERIDO A ESTAS ULTIMAS. 2. ORIENTAÇÃO JURISPRUDENCIAL DA CORTE. 3. EMBARGOS DE DIVERGENCIA RECEBIDOS.

Resumo Estruturado

IMUNIDADE TRIBUTÁRIA RECIPROCA, PESSOAS NATURAIS E JURÍDICA-PRIVADAS, VENDA DE BENS OU MERCADORIAS AS ENTIDADES PUBLICAS, NÃO EXTENSAO. DIREITO TRIBUTÁRIO IMUNIDADE FISCAL

Observações

DOCUMENTO INCLUIDO SEM REVISÃO DO STF ANO: 1976 AUD:24-03-1976
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/706798/embargos-no-recurso-extraordinario-re-embargos-69080-sp