jusbrasil.com.br
22 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 3796 PR - PARANÁ 0004315-75.2006.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal
há 5 anos
Detalhes da Jurisprudência
Partes
REQTE.(S) : GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ
Publicação
DJe-057 24/03/2017
Julgamento
21 de Março de 2017
Relator
Min. GILMAR MENDES
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão

REFERENTE À PETIÇÃO 12.011/2017 Decisão: Trata-se de petição em que se postula, com base no art. 96 do RISTF, o fornecimento das notas taquigráficas referentes à sessão plenária de julgamento desta Corte ocorrida no dia 8.3.2017. Inicialmente, registro que, nos termos da jurisprudência do STF, não se darão cópias de notas taquigráficas não revisadas, pertinentes aos votos e intervenções dos Ministros que houverem participado do julgamento da causa, sem que tal importe em ofensa ao direito de petição ( CF, art. , inciso XXXIV), exceto se – ressalvado o cancelamento tempestivo de tais manifestações pelo próprio Ministro que as houver proferido – as referidas notas taquigráficas não forem por ele devolvidas no prazo regimental (RISTF, art. 96, §§ 4º e 5º). Nesse sentido, cito o RE-AgR-ED-AgR 406.432, Rel. Min. Celso de Mello, Segunda Turma, DJ 27.4.2007; e o RE-petição avulsa-AgR 173.459, Rel. Min. Moreira Alves, Primeira Turma, DJ 18.4.1997, este último com a seguinte ementa: “Agravo regimental. - Aplicação da proibição contida no parágrafo 5º do artigo 96 do Regimento Interno desta Corte. Inexistência de ofensa ao artigo , XXXIV, da Constituição Federal. Agravo a que se nega provimento”. Assim, o exercício do direito de petição está sujeito à observância das normas legais e regimentais pertinentes, motivo pelo qual o fornecimento de cópia de notas taquigráficas de julgamento se mostra inoportuno, notadamente, porque sequer houve o transcurso do prazo regimental para a revisão das referidas notas. Ante o exposto, nada há a deferir. Publique-se. Brasília, 21 de março de 2017. Ministro Gilmar Mendes Relator Documento assinado digitalmente
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/441979929/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-3796-pr-parana-0004315-7520061000000

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Notíciashá 4 anos

Presidente do STF nega pedido para suspender liminar que impediu cobrança de novos valores de IPTU em Palmas

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 8 meses

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Direta de Inconstitucionalidade: ADI 2085079-78.2021.8.26.0000 SP 2085079-78.2021.8.26.0000

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Direta de Inconstitucionalidade: ADI 2042678-69.2018.8.26.0000 SP 2042678-69.2018.8.26.0000