jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
  • 2º Grau
  • Repercussão Geral
  • Decisão de Admissibilidade
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 662405 AL

Supremo Tribunal Federal
há 10 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

RE 662405 AL

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

RECTE.(S) : UNIÃO, RECDO.(A/S) : IVAN AUGUSTO DOS SANTOS JUNIOR

Publicação

25/06/2012

Julgamento

15 de Dezembro de 2011

Relator

LUIZ FUX

Documentos anexos

Inteiro TeorSTF_RG-RE_662405_16e9b.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RECURSO EXTRAORDINÁRIO. RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO. ANULAÇÃO DO CONCURSO POR ATO DA PRÓPRIA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, EM FACE DE INDÍCIOS DE FRAUDE NO CERTAME. DIREITO À INDENIZAÇÃO DE CANDIDATO PELOS DANOS MATERIAIS RELATIVOS ÀS DESPESAS DE INSCRIÇÃO E DESLOCAMENTO. APLICABILIDADE DO ART. 37, § 6º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. EXISTÊNCIA DE REPERCUSSÃO GERAL.

Decisão

O Tribunal reconheceu a existência de repercussão geral da questão constitucional suscitada, vencido o Ministro Cezar Peluso. Não se manifestaram os Ministros Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa e Cármen Lúcia. Ministro LUIZ FUX Relator

Acórdão

Decisão: O Tribunal reconheceu a existência de repercussão geral da questão constitucional suscitada, vencido o Ministro Cezar Peluso. Não se manifestaram os Ministros Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa e Cármen Lúcia. Ministro LUIZ FUX Relator

Referências Legislativas

Observações

REPERCUSSÃO GERAL - MÉRITO JULGADO - Veja Processo 0501503-59-2008.4.05.8013 da Turma Recursal da Seção Judiciária de Alagoas. Número de páginas: 10. Análise: 27/06/2012, IMC. Revisão: 04/07/2012, SEV.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/311629380/repercussao-geral-no-recurso-extraordinario-re-662405-al

Informações relacionadas

Teixeira, Oliveira, Tuzi Advogados, Advogado
Notíciasano passado

UFPR é condenada a ressarcir e indenizar candidato de concurso não realizado

Victor Madeiro, Advogado
Modelosano passado

[MODELO] Ação de indenização por danos materiais e morais em face da UFPR e do Estado do Paraná pela suspensão do concurso da PC/PR.

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 2 anos

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 662405 AL

Danielli Xavier Freitas, Advogado
Artigoshá 8 anos

Concurso público: prática de ilegalidade pela administração na condução do certame - dever de anulação

Victor Assad Buffara Neto, Advogado
Artigoshá 11 meses

Embargos de Declaração