jusbrasil.com.br
30 de Julho de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE : ADI 4424 DF

Supremo Tribunal Federal
há 7 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
ADI 4424 DF
Órgão Julgador
Tribunal Pleno
Partes
PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, PRESIDENTE DA REPÚBLICA, ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO, CONGRESSO NACIONAL
Publicação
DJe-148 DIVULG 31-07-2014 PUBLIC 01-08-2014
Julgamento
9 de Fevereiro de 2012
Relator
Min. MARCO AURÉLIO
Documentos anexos
Inteiro TeorADI_4424_DF_1419613664412.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AÇÃO PENAL – VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER – LESÃO CORPORAL – NATUREZA.

A ação penal relativa a lesão corporal resultante de violência doméstica contra a mulher é pública incondicionada – considerações.

Decisão

O Tribunal, por maioria e nos termos do voto do Relator, julgou procedente a ação direta para, dando interpretação conforme aos artigos 12, inciso I, e 16, ambos da Lei nº 11.340/2006, assentar a natureza incondicionada da ação penal em caso de crime de lesão, pouco importando a extensão desta, praticado contra a mulher no ambiente doméstico, contra o voto do Senhor Ministro Cezar Peluso (Presidente). Falaram, pelo Ministério Público Federal (ADI 4424), o Dr. Roberto Monteiro Gurgel Santos,Procurador-Geral da República; pela Advocacia-Geral da União, a Dra. Grace Maria Fernandes Mendonça, Secretária-Geral de Contencioso; pelo interessado (ADC 19), Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, o Dr. Ophir Cavalcante Júnior e, pelo interessado (ADI 4424), Congresso Nacional, o Dr. Alberto Cascais, Advogado-Geral do Senado. Plenário, 09.02.2012.

Resumo Estruturado

- PRELIMINAR, DESCABIMENTO, AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. INDEFERIMENTO, PRELIMINAR, FUNDAMENTO, POSSIBILIDADE, EXERCÍCIO, SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF), CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE, HIPÓTESE, EXISTÊNCIA, SITUAÇÃO JURÍDICA, RELEVÂNCIA, BEM ESTAR SOCIAL. MÉRITO. PROCEDÊNCIA, AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. APLICAÇÃO, INTERPRETAÇÃO CONFORME A CONSTITUIÇÃO, HIPÓTESE, LEI MARIA DA PENHA, FINALIDADE, RECONHECIMENTO, CABIMENTO, AÇÃO PENAL PÚBLICA INCONDICIONADA, DECORRÊNCIA, AFASTAMENTO, APLICAÇÃO, LEI DOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS, HIPÓTESE, COMETIMENTO, CRIME, ÂMBITO, LEI MARIA DA PENHA. CRIAÇÃO, LEI MARIA DA PENHA, DECORRÊNCIA, RECOMENDAÇÃO, COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS (CIDH), NECESSIDADE, MODIFICAÇÃO, ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO, FINALIDADE, COIBIÇÃO, OMISSÃO, ESTADO BRASILEIRO, COIBIÇÃO, DISCRIMINAÇÃO, MULHER, HIPÓTESE, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA. NECESSIDADE, INTERVENÇÃO, PODER PÚBLICO, HIPÓTESE, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, MULHER, DECORRÊNCIA, HIPOSSUFICIÊNCIA, MULHER. CONFIGURAÇÃO, LEGITIMIDADE, TRATAMENTO JURÍDICO, HOMEM, DESIGUALDADE, MULHER, HIPÓTESE, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, FUNDAMENTO, PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, PRINCÍPIO DA ISONOMIA. CONFIGURAÇÃO, OFENSA, PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE, PRINCÍPIO DA PROPORCIONALIDADE, HIPÓTESE, AÇÃO PENAL, NATUREZA JURÍDICA, AÇÃO PENAL PÚBLICA CONDICIONADA, DECORRÊNCIA, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, FUNDAMENTO, DEVER CONSTITUCIONAL, ESTADO BRASILEIRO, COIBIÇÃO, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA. NECESSIDADE, INTERPRETAÇÃO, LEI MARIA DA PENHA, CONFORMIDADE, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, CONJUGAÇÃO, TRATADO INTERNACIONAL, ÂMBITO, DIREITOS HUMANOS. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. ROSA WEBER: CONFIGURAÇÃO, CONSTITUCIONALIDADE, EXCLUSÃO, APLICAÇÃO, LEI DOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS, HIPÓTESE, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, VÍTIMA, MULHER, FUNDAMENTO, EXISTÊNCIA, DEVER LEGAL, ESTADO BRASILEIRO, PROTEÇÃO, MULHER, ÂMBITO, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, DECORRÊNCIA, APLICAÇÃO, PRINCÍPIO DA MÁXIMA EFETIVIDADE, CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988. CONFIGURAÇÃO, OFENSA, PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, EXIGÊNCIA, REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL, HIPÓTESE, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, VÍTIMA, MULHER. ENTENDIMENTO, DIREITO INTERNACIONAL, POSSIBILIDADE, PODER PÚBLICO, INTERVENÇÃO, VIDA PRIVADA, HIPÓTESE, PROTEÇÃO, SAÚDE, PROTEÇÃO, DIREITO, RELEVÂNCIA SOCIAL, PREVENÇÃO, ATO CRIMINOSO. NECESSIDADE, IMPLEMENTAÇÃO, AÇÃO AFIRMATIVA, FINALIDADE, EFETIVAÇÃO, PRINCÍPIO DA ISONOMIA, DECORRÊNCIA, HIPOSSUFICIÊNCIA, MULHER, ÂMBITO, ENTIDADE FAMILIAR. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. LUIZ FUX: APLICAÇÃO, PRINCÍPIO DA EFICIÊNCIA, HIPÓTESE, PODER JUDICIÁRIO, FUNDAMENTO, ATRIBUIÇÃO, PODER JUDICIÁRIO, ADMINISTRAÇÃO, JUSTIÇA BRASILEIRA. IMPOSSIBILIDADE, GARANTIA, DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA, HIPÓTESE, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, VÍTIMA, MULHER, DECORRÊNCIA, EXIGÊNCIA, ESTADO BRASILEIRO, NECESSIDADE, MULHER, REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. POSSIBILIDADE, DESENVOLVIMENTO, AÇÃO AFIRMATIVA, INTERMÉDIO, INSTITUTO JURÍDICO, CARÁTER PENAL. NECESSIDADE, PONDERAÇÃO, PODER JUDICIÁRIO, INTERPRETAÇÃO DA LEI, DECORRÊNCIA, APLICAÇÃO, PRINCÍPIO DA ISONOMIA, FINALIDADE, PRESERVAÇÃO, VONTADE, LEGISLADOR, HIPÓTESE, EXISTÊNCIA, DISCRICIONARIEDADE, LEGISLADOR, OPÇÃO, PROTEÇÃO, BEM JURÍDICO. AUSÊNCIA, OFENSA, CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988, ÂMBITO, COMPETÊNCIA, ESTADO-MEMBRO, LEGISLAÇÃO, ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA, HIPÓTESE, DETERMINAÇÃO, LEI MARIA DA PENHA, ACUMULAÇÃO, VARA CRIMINAL, COMPETÊNCIA, MATÉRIA CÍVEL, MATÉRIA CRIMINAL, FUNDAMENTO, NECESSIDADE, PROTEÇÃO INTEGRAL, MULHER. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. JOAQUIM BARBOSA: CONFIGURAÇÃO, DEVER CONSTITUCIONAL, SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF), ALTERAÇÃO, POLÍTICAS PÚBLICAS, FINALIDADE, ATENDIMENTO, VONTADE, CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988, HIPÓTESE, INSUFICIÊNCIA, PROTEÇÃO, DIREITO DAS MINORIAS, DECORRÊNCIA, ATIVIDADE LEGISLATIVA, LEGISLADOR ORDINÁRIO. - RESSALVA DE ENTENDIMENTO, MIN. GILMAR MENDES: NECESSIDADE, PONDERAÇÃO, PODER JUDICIÁRIO, DECLARAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE, HIPÓTESE, MATÉRIA PENAL, MATÉRIA, PROCESSO PENAL, DECORRÊNCIA, EXERCÍCIO, DISCRICIONARIEDADE, LEGISLADOR. - VOTO VENCIDO, MIN. CEZAR PELUSO: IMPROCEDÊNCIA, AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. OCORRÊNCIA, TENTATIVA, PODER LEGISLATIVO, COMPATIBILIDADE, PROTEÇÃO, MULHER, PROTEÇÃO, ENTIDADE FAMILIAR, HIPÓTESE, EXIGÊNCIA, REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL, FINALIDADE, INSTAURAÇÃO, AÇÃO PENAL, DECORRÊNCIA, VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, VÍTIMA, MULHER.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (LEI DOS JUIZADOS ESPECIAIS, INAPLICABILIDADE, LEI MARIA DA PENHA) HC 106212 (TP). (CONSTITUCIONALIDADE, LEI MARIA DA PENHA) ADC 19 (TP). (APLICAÇÃO, PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO, LEI DOS JUIZADOS ESPECIAIS CIVEIS E CRIMINAIS, ESTATUTO DO IDOSO) ADI 3096 (TP). - Acórdão (s) citado (s) - outros tribunais: STJ: REsp 1097042. - Legislação estrangeira citada: art. 4º da Virginia Bill of Rights de 1776; Declaração francesa dos Direitos do Homem e Cidadão de 1789; Plano de Ação da IV Conferência Mundial sobre a Mulher (1995), Protocolo Facultativo à Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher; Capítulo I, item n. 18, Capítulo II, B, n. 3, itens ns. 36 e 38 da Declaração e Progrma de Ação adotados pela Conferência Mundial sobre Direitos Humanos de 1993; "Plataforma de Ação", Capítulo IV, I, item n. 224, "Plataforma de Ação", IV, D, itens ns. 112, 113, 117, 118 e 121 da Declaração de Pequim, adotada na IV Conferência Mundial sobre a Mulher de 1995. - Decisões estrangeiras citadas: Informe 54/2001 da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos; Caso Opuz vs. Turquia, § 144, 2009; Bevacqua e S. vs. Bulgária, § 83, 2008; K.A E A.D. vs. Bélgica, § 81, 2005; Velásquez Rodríguez v. Honduras, 1988. Número de páginas: 94. Análise: 28/08/2014, RAF.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/25342756/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-4424-df-stf