jusbrasil.com.br
12 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
  • Controle Concentrado de Constitucionalidade
  • Decisão de mérito
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 3847 SC

Supremo Tribunal Federal
há 10 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

Publicação

Julgamento

Relator

GILMAR MENDES

Documentos anexos

Inteiro TeorADI_3847_SC_1337023258531.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Ação direta de inconstitucionalidade.
2. Lei estadual n. 13.921/2007, de Santa Catarina.
3. Serviço público de telecomunicações.
4. Telefonias fixa e móvel.
5. Vedação da cobrança de tarifa de assinatura básica.
7. Invasão da competência legislativa da União.
7. Violação dos artigos 21, XI, 22, IV, e 175, parágrafo único, da Constituição Federal. Precedentes.
8. Ação direta de inconstitucionalidade julgada procedente.

Decisão

O Tribunal, por maioria e nos termos do voto do Relator, julgou procedente a ação direta, contra o voto do Senhor Ministro Ayres Britto. Votou o Presidente, Ministro Cezar Peluso. Impedido o Senhor Ministro Dias Toffoli. Ausente, justificadamente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. Plenário, 01.09.2011.

Acórdão

O Tribunal, por maioria e nos termos do voto do Relator, julgou procedente a ação direta, contra o voto do Senhor Ministro Ayres Britto. Votou o Presidente, Ministro Cezar Peluso. Impedido o Senhor Ministro Dias Toffoli. Ausente, justificadamente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. Plenário, 01.09.2011.

Resumo Estruturado

- INCONSTITUCIONALIDADE, LEI ESTADUAL, SANTA CATARINA, OBJETIVO, PROTEÇÃO AO CONSUMIDOR, DECORRÊNCIA, USURPAÇÃO DE COMPETÊNCIA, UNIÃO, REGULAÇÃO, DIREITO, USUÁRIO, SERVIÇO PÚBLICO, INTERFERÊNCIA, CONTRATO, CONCESSÃO DE SERVIÇO PÚBLICO. ATRIBUIÇÃO, PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PÚBLICO, UNIÃO, PRESTADOR DE SERVIÇO PÚBLICO, SERVIÇO DE TELECOMUNICAÇÃO, RESPONSABILIDADE, EDIÇÃO, ATO NORMATIVO, REGULAÇÃO, POLÍTICAS PÚBLICAS, TARIFA, DIREITO, USUÁRIO, ADEQUAÇÃO, SERVIÇO, REGIME JURÍDICO, EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇO, EMPRESA PERMISSIONÁRIA DE SERVIÇO PÚBLICO, MANUTENÇÃO, ADEQUAÇÃO, SERVIÇO. AUSÊNCIA, ESGOTAMENTO, COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, UNIÃO, MATÉRIA, SERVIÇO DE TELECOMUNICAÇÃO, REGULAÇÃO, VÍNCULO, PODER CONCEDENTE, CONCESSIONÁRIA. IMPOSSIBILIDADE, INTERFERÊNCIA, ESTADO-MEMBRO, RELAÇÃO CONTRATUAL, PODER CONCEDENTE, UNIÃO, CONCESSIONÁRIA. IMPOSSIBILIDADE, LEI ESTADUAL, ALTERAÇÃO, CONDIÇÃO, CONTRATO, CONCESSÃO DE SERVIÇO PÚBLICO. COMPETÊNCIA PRIVATIVA, UNIÃO, REGULAÇÃO, MATÉRIA, COBRANÇA, SERVIÇO DE TELECOMUNICAÇÃO. NECESSIDADE, INTERPRETAÇÃO, LEI, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, SOLUÇÃO, CONFLITO, PREVISÃO, LIMITE DE ATUAÇÃO, COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, ENTE FEDERADO. - VOTO VENCIDO, MIN. AYRES BRITTO: CONSTITUCIONALIDADE, LEI ESTADUAL, SANTA CATARINA, VEDAÇÃO, COBRANÇA, ASSINATURA BÁSICA, DECORRÊNCIA, COMPETÊNCIA CONCORRENTE, UNIÃO, ESTADO-MEMBRO, MATÉRIA, CONSUMO, DEFESA DO CONSUMIDOR, CARÁTER SUPLEMENTAR, COMPETÊNCIA, ESTADO-MEMBRO. COMPETÊNCIA PRIVATIVA, UNIÃO, PREVISÃO, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, ATIVIDADE LEGISLATIVA, MATÉRIA, COMUNICAÇÃO. COMPETÊNCIA MATERIAL, UNIÃO, ORGANIZAÇÃO, SERVIÇO DE TELECOMUNICAÇÃO, CRIAÇÃO, AGÊNCIA REGULADORA, AUSÊNCIA, ABRANGÊNCIA, MATÉRIA, ASSINATURA BÁSICA, CONSUMO, LIMITE MÍNIMO. INEXISTÊNCIA, LEI FEDERAL, AUTORIZAÇÃO, COBRANÇA, ASSINATURA, TARIFA MÍNIMA, RESULTADO, POSSIBILIDADE, COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, ESTADO-MEMBRO. INEXISTÊNCIA, MONOPÓLIO DA UNIÃO, COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, MATÉRIA, DEFESA DO CONSUMIDOR, PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, SERVIÇO PÚBLICO. EXIGÊNCIA, ASSINATURA BÁSICA, CONFIGURAÇÃO, BIS IN IDEM, ENRIQUECIMENTO SEM CAUSA, CONCESSIONÁRIA, OFENSA, PROTEÇÃO AO CONSUMIDOR, PRINCÍPIO DA UNIVERSALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS, PRINCÍPIO DA MODICIDADE DAS TARIFAS. CARACTERIZAÇÃO, PROTEÇÃO AO CONSUMIDOR, AUSÊNCIA, CONFIGURAÇÃO, INTERFERÊNCIA, EQUILÍBRIO ECONÔMICO-FINANCEIRO, CONTRATO, CONCESSÃO DE SERVIÇO PÚBLICO, UNIÃO. REMUNERAÇÃO, CONCESSIONÁRIA, SERVIÇO PÚBLICO, INTERMÉDIO, TARIFA. INCOMPATIBILIDADE, PAGAMENTO, TARIFA, UTILIZAÇÃO POTENCIAL, SERVIÇO PÚBLICO. CONFIGURAÇÃO, UTILIZAÇÃO POTENCIAL, CARACTERIZAÇÃO, PAGAMENTO, TAXA. INCONSTITUCIONALIDADE, ASSINATURA BÁSICA, INCOMPATIBILIDADE, DEFINIÇÃO, INSTITUTO JURÍDICO, TARIFA, CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdãos citados: ADI 2337 MC - Tribunal Pleno, ADI 2615 MC - Tribunal Pleno, ADI 3322 MC - Tribunal Pleno, ADI 3322, ADI 3533 - Tribunal Pleno, ADI 3846, ADI 4083, ADI 4369 MC-REF - Tribunal Pleno, ADI 4533 MC - Tribunal Pleno, RE 351750. - Veja Informativo 637 do STF ( ADI 4533 MC). Número de páginas: 25. Análise: 19/03/2012, SEV. Revisão: 30/03/2012, IMC.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21587373/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-3847-sc

Informações relacionadas

Mayara Becker Zuco, Estudante de Direito
Artigoshá 3 anos

Princípio da Justiça Contratual

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 5 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgInt no AREsp XXXXX RJ 2021/XXXXX-4

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 6 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO: AgR AI XXXXX MG - MINAS GERAIS

Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Maranhão TJ-MA - Agravo Interno Cível: AGT XXXXX-23.2015.8.10.0094 MA XXXXX

Agência Brasil
Notíciashá 5 anos

Temer assina medida provisória que cria PDV