jusbrasil.com.br
13 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
  • Controle Concentrado de Constitucionalidade
  • Decisão de mérito
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 3138 DF

Supremo Tribunal Federal
há 10 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

Publicação

Julgamento

Relator

CÁRMEN LÚCIA

Documentos anexos

Inteiro TeorADI_3138_DF_1330924313520.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. ART. 149, § 1º, DA CONSTITUIÇÃO DA REPUBLICA (ALTERADO PELA EMENDA CONSTITUCIONAL N. 41/2003).

1. A norma que fixa alíquota mínima (contribuição dos servidores titulares de cargos efetivos na União) para a contribuição a ser cobrada pelos Estados, pelo Distrito Federal e pelos Municípios de seus servidores, para o custeio, em benefício destes, do regime previdenciário de que trata o art. 40 da Constituição da Republica não contraria o pacto federativo ou configura quebra de equilíbrio atuarial.
2. A observância da alíquota mínima fixada na Emenda Constitucional n. 41/2003 não configura quebra da autonomia dos Estados Federados. O art. 201, § 9º, da Constituição da Republica, ao estabelecer um sistema geral de compensação, há ser interpretado à luz dos princípios da solidariedade e da contributividade, que regem o atual sistema previdenciário brasileiro.
3. Ação julgada improcedente.

Decisão

O Tribunal, por maioria e nos termos do voto da Relatora, julgou improcedente a ação direta, contra os votos dos Senhores Ministros Ayres Britto, Março Aurélio e Celso de Mello. Votou o Presidente, Ministro Cezar Peluso. Ausente, justificadamente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. Falaram, pela requerente, o Dr. Alberto Pavie Ribeiro e, pela Advocacia-Geral da União, a Dra. Grace Maria Fernandes Mendonça, Secretária-Geral de Contencioso. Plenário, 14.09.2011.

Acórdão

O Tribunal, por maioria e nos termos do voto da Relatora, julgou improcedente a ação direta, contra os votos dos Senhores Ministros Ayres Britto, Marco Aurélio e Celso de Mello. Votou o Presidente, Ministro Cezar Peluso. Ausente, justificadamente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. Falaram, pela requerente, o Dr. Alberto Pavie Ribeiro e, pela Advocacia-Geral da União, a Dra. Grace Maria Fernandes Mendonça, Secretária-Geral de Contencioso. Plenário, 14.09.2011.

Resumo Estruturado

- VIDE EMENTA. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. LUIZ FUX: COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, UNIÃO, EDIÇÃO, NORMA GERAL, PREVIDÊNCIA SOCIAL. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. DIAS TOFFOLI: CONFIGURAÇÃO, OBJETIVO, FIXAÇÃO, ALÍQUOTA MÍNIMA, CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA, ESTADO-MEMBRO, MUNICÍPIO, DISTRITO FEDERAL, NECESSIDADE, PRESERVAÇÃO, REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. GILMAR MENDES: POSSIBILIDADE, UNIÃO, FIXAÇÃO, ALÍQUOTA MÍNIMA, CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA, ESTADO-MEMBRO, DISTRITO FEDERAL, MUNICÍPIO, FUNDAMENTO, EXIGÊNCIA, RESPONSABILIDADE FISCAL. NECESSIDADE, DETERMINAÇÃO, NÚCLEO ESSENCIAL, PRINCÍPIO FEDERATIVO, PRINCÍPIO DA SEPARAÇÃO DOS PODERES. ENTENDIMENTO, DOUTRINA, APLICAÇÃO, TÉCNICA LEGISLATIVA, COMPETÊNCIA CONCORRENTE, ESTABELECIMENTO, CONDOMÍNIO, UNIÃO, ESTADO-MEMBRO, CARACTERIZAÇÃO, COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, UNIÃO, EDIÇÃO, NORMA GERAL. NECESSIDADE, FIXAÇÃO, PARÂMETRO, COMPETÊNCIA, UNIÃO, PREVISÃO, NORMA GERAL, ÂMBITO, COMPETÊNCIA CONCORRENTE. - VOTO VENCIDO, MIN. AYRES BRITTO: PROCEDÊNCIA, AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE, IMPOSSIBILIDADE, UNIÃO, IMPOSIÇÃO, ALÍQUOTA MÍNIMA, CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA, DECORRÊNCIA, AUTONOMIA, ENTE FEDERADO, INSTITUIÇÃO, REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL. - FUNDAMENTAÇÃO COMPLEMENTAR, MIN. RICARDO LEWANDOWSKI: ENTENDIMENTO, DOUTRINA, APLICAÇÃO, CONSTITUIÇÃO FEDERAL, FEDERALISMO COOPERATIVO. NECESSIDADE, UNIÃO, EXIGÊNCIA, ENTE FEDERADO, EQUILÍBRIO ATUARIAL, EQUILÍBRIO ECONÔMICO-FINANCEIRO. - VOTO VENCIDO, MIN. MARÇO AURÉLIO: PROCEDÊNCIA, AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE, OFENSA, PRINCÍPIO FEDERATIVO. DESCABIMENTO, INTERPRETAÇÃO, COMPETÊNCIA LEGISLATIVA, UNIÃO, PREVISÃO, NORMA GERAL, MATÉRIA TRIBUTÁRIA, ABRANGÊNCIA, FIXAÇÃO, ALÍQUOTA MÍNIMA, CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA, ENTE FEDERADO. DESCABIMENTO, UTILIZAÇÃO, EMENDA CONSTITUCIONAL, RETIRADA, CONTEÚDO NORMATIVO, REDAÇÃO ORIGINAL, NORMA CONSTITUCIONAL.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdãos citados: ADI 2024, ADI 3105, RE 573540 - Tribunal Pleno. - Decisões monocráticas citadas: ADI 3133, SS 3146. - Termo (s) de resgate: condomínio legislativo Número de páginas: 32. Análise: 28/02/2012, SEV. Revisão: 03/04/2012, SOF.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21273512/acao-direta-de-inconstitucionalidade-adi-3138-df

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 12 anos

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE XXXXX MG

Tribunal Regional Federal da 1ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional Federal da 1ª Região TRF-1 - APELAÇÃO CIVEL (AC): AC XXXXX-61.2011.4.01.3500

Supremo Tribunal Federal
Notíciashá 11 anos

Julgada improcedente ADI que questionava contribuição previdenciária mínima de 11%

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 4 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 4988 TO

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 6 meses

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-84.2018.8.19.0029