jusbrasil.com.br
26 de Setembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 22685 AL

Supremo Tribunal Federal
há 20 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
MS 22685 AL
Partes
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, GOVERNADOR DO ESTADO DE ALAGOAS, PGE-AL ALUISIO LUNDGREN CORRÊA REGIS
Publicação
DJ 26/02/2002 PP-00038
Julgamento
19 de Fevereiro de 2002
Relator
Min. CELSO DE MELLO
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão

Trata-se de mandado de segurança, que, impetrado com fundamento no art. 102, I, n, da Constituição, busca invalidar"ato ilegítimo e abusivo", atribuído ao Senhor Governador do Estado,que teria promovido inconstitucional redução dos valores constantes da proposta orçamentária encaminhada pelo Tribunal de Justiça local (CF, art. 99, § 1º), visando à elaboração da lei orçamentária de 1997. A douta Procuradoria-Geral da República propõe que se considere prejudicada esta ação mandamental, por entender superada a controvérsia em questão, precisamente porque já editada a lei orçamentária referente ao exercício financeiro de 1997, cuja elaboração deu causa ao conflito que antagonizou, no Estado de Alagoas, os respectivos Poderes Executivo e Judiciário.A conclusão a que chegou o Ministério Público acha-se consubstanciada em parecer assim do (fls. 99/101):"MANDADO DE SEGURANÇA COM PEDIDO DE LIMINAR. ATO DE GOVERNADOR DE ESTADO. FORMULAÇÃO DE PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA.REDUÇÃO. ART. 99, §§ 1º E , II, CF. AUTONOMIA ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DOS TRIBUNAIS. LDO. QUESTÃO SUPERADA COM A EDIÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIA.Parecer para que se considere prejudicado o presente writ."(grifei) Passo a apreciar a questão ora suscitada pela douta Procuradoria-Geral da República.Antes, porém, impõe-se relembrar, por necessário, a propósito da pretensão mandamental deduzida pelo E. Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas, que a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal - fundada em diversos precedentes (MS 21.855-DF, Rel.Min. CARLOS VELLOSO - MS 22.390-MT, Rel. Min. CARLOS VELLOSO - MS 22.404-AL, Rel. Min. MOREIRA ALVES) e interpretando a norma inscrita no art. 99 e respectivos parágrafos da Constituição da República -firmou orientação no sentido de que o Poder Executivo não dispõe de competência institucional para introduzir cortes unilaterais na proposta orçamentária que lhe foi encaminhada pelos Tribunais, eis que, nesse tema, o único árbitro da questão é o Poder Legislativo, a quem incumbe, constitucionalmente, a apreciação final do projeto de lei orçamentária.Ocorre, porém, tal como ressaltado pela douta Procuradoria--Geral da República, que sobreveio a lei orçamentária anual (1997),cujo processo de formação motivou a controvérsia suscitada na presente sede mandamental, tornando prejudicada, em conseqüência,esta ação de mandado de segurança, precisamente em virtude do advento do mencionado diploma legislativo.Sendo assim, e acolhendo o parecer da douta Procuradoria--Geral da República, julgo prejudicada a presente ação de mandado de segurança, por efeito da perda superveniente de seu objeto, tornando ineficaz a medida liminar anteriormente deferida (fls. 75/77).Arquivem-se os presentes autos.Publique-se.Brasília, 19 de fevereiro de 2002.Ministro CELSO DE MELLO Relator

Referências Legislativas

Observações

Legislação feita por:(EAN).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/14815662/mandado-de-seguranca-ms-22685-al-stf

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 23 anos

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 23277 AL

O Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas,impetra mandado de segurança com pedido liminar, verbis:"... contra ato ilegítimo e abusivo do Excelentíssimo Senhor Governador do Estado de Alagoas,Doutor MANOEL GOMES DE BARROS, bem assim da Mesa da Assembléia Legislativa do Estado de Alagoas, na pessoa do seu Presidente, …
Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 6 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 0025696-25.2016.3.00.0000 DF 2016/0025696-4

MANDADO DE SEGURANÇA Nº 22.390 - DF (2016/0025696-4) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES IMPETRANTE : MARCELO DOS SANTOS DE ANDRADE ADVOGADO : LUIZ GONZAGA DA SILVA JÚNIOR IMPETRADO : MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA DESPACHO Trata-se de mandado de segurança, com pedido de liminar, impetrado por MARCELO DOS SANTOS DE …
Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 0025696-25.2016.3.00.0000 DF 2016/0025696-4

MANDADO DE SEGURANÇA. PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR. DEMISSÃO. NÃO DEMONSTRAÇÃO DA OBTENÇÃO DE QUALQUER VANTAGEM, BENESSE OU PREBENDA ILÍCITA. DEVOLUÇÃO DO VALOR NÃO DEPOSITADO A TÍTULO DE FIANÇA (R$ 620,00). CONFIGURADA AFRONTA AOS PRINCÍPIOS DA PROPORCIONALIDADE E DA RAZOABILIDADE. PENA DISSONANTE DAS PREMISSAS …