jusbrasil.com.br
25 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA: MS 24742 DF

Supremo Tribunal Federal
há 17 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

SONIA IRSAI AZEVEDO, ZEINA MARIA HANNA, TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

Publicação

DJ 11-03-2005 PP-00007 EMENT VOL-02183-01 PP-00165 LEXSTF v. 27, n. 316, 2005, p. 204-213

Julgamento

8 de Setembro de 2004

Relator

Min. MARCO AURÉLIO

Documentos anexos

Inteiro TeorMS_24742_DF_1279071156369.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APOSENTADORIA - REGÊNCIA.

A aposentadoria é regida pelas normas constitucionais e legais em vigor na data em que o servidor preenche as condições exigidas - Verbete nº 359 da Súmula do Supremo Tribunal Federal. APOSENTADORIA EM CARGO CIVIL - MILITAR REFORMADO. A Carta da Republica de 1967 bem como a de 1988, na redação primitiva, anterior à Emenda Constitucional nº 20/98, não obstaculizavam o retorno do militar reformado ao serviço público e a posterior aposentadoria no cargo civil, acumulando as vantagens respectivas.

Decisão

O Tribunal, por maioria, concedeu a segurança, nos termos do voto do Relator, vencido, parcialmente, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa.Presidiu o julgamento o Senhor Ministro Nelson Jobim. Plenário,08.09.2004.

Resumo Estruturado

- DIREITO, IMPETRANTE, RECEBIMENTO, PENSÃO MILITAR, FALECIMENTO, MARIDO. - INAPLICABILIDADE, CONTRADITÓRIO, AUSÊNCIA, ENVOLVIMENTO, LITIGANTE, PROCEDIMENTO, TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, HOMOLOGAÇÃO, CONCESSÃO, APOSENTADORIA. - LEGALIDADE, MANUTENÇÃO, REFORMA, MILITAR, CONCESSÃO, VIGÊNCIA, CONSTITUIÇÃO FEDERAL REVOGADA // RETORNO, MILITAR, SERVIÇO PÚBLICO, CARGO TÉCNICO, POSTERIORIDADE, OBTENÇÃO, APOSENTADORIA CIVIL, VIGÊNCIA, NOVA CONSTITUIÇÃO FEDERAL // POSSIBILIDADE, CUMULAÇÃO, PROVENTO CIVIL, MILITAR, CIRCUNSTÂNCIA ESPECÍFICA, INEXISTÊNCIA, ÓBICE CONSTITUCIONAL. - (VOTO VENCIDO), (MIN. JOAQUIM BARBOSA), LEGALIDADE, CONCESSÃO, APOSENTADORIA MILITAR, POSSIBILIDADE, REVISÃO, (TCU), APOSENTADORIA CIVIL, DECORRÊNCIA, IMPOSSIBILIDADE, CUMULAÇÃO, VEDAÇÃO, ( CF).

Referências Legislativas

Observações

Acórdão citado: MS 24784. - Veja Informativo 360 do STF. Número de páginas: .(15) Análise:(PCD). Inclusão: 21/03/05, (PCD). Alteração: 20/09/05, (AAS).
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/14741114/mandado-de-seguranca-ms-24742-df

Informações relacionadas

Tribunal de Contas da União
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Contas da União TCU - DENÚNCIA (DEN): DEN 00658620171

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 15 anos

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA: MS 24448 DF

Superior Tribunal de Justiça STJ - MANDADO DE SEGURANÇA: MS 24742 DF 2018/0300001-2

Tribunal Regional Federal da 4ª Região
Jurisprudênciahá 13 anos

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - MANDADO DE SEGURANÇA: MS 24784 PR 2009.04.00.024784-7

Art. 40 - Comentários ao Capítulo VII da Constituição Federal de 1988 (da Administração Pública)