jusbrasil.com.br
25 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - AG.REG.NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 424312 MT

Supremo Tribunal Federal
há 13 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
RE 424312 MT
Órgão Julgador
Segunda Turma
Partes
ESTADO DE MATO GROSSO, PGE-MT - DORGIVAL VERAS DE CARVALHO, ENNIO VIEGAS DE OLIVEIRA PAES E OUTRO(A/S), ABDO JORGE COURI RAAD E OUTRO(A/S)
Publicação
DJe-038 DIVULG 26-02-2009 PUBLIC 27-02-2009 EMENT VOL-02350-03 PP-00425
Julgamento
3 de Fevereiro de 2009
Relator
Min. ELLEN GRACIE
Documentos anexos
Inteiro TeorRE_424312_MT_1278969692616.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DIREITO ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO EXTRAORDINÁRIO. NECESSIDADE DE REEXAME DE CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO.

1. Inviabilidade do processamento do extraordinário para revolver os laudos periciais apresentados na instância ordinária e, com isso, demandar a análise de fatos e provas. Precedentes.
2. Ausência de argumentos capazes de desconstituir os fundamentos da decisão agravada.

Decisão

A Turma, à unanimidade, negou provimento ao agravo regimental, nos termos do voto da Relatora. 2ª Turma, 03.02.2009.

Resumo Estruturado

- VIDE EMENTA.

Referências Legislativas

  • SUM-000279

Observações

- Acórdãos citados: AI 354281 AgR, AI 557725 AgR. Número de páginas: 4. Análise: 06/03/2009, SEV.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/14715974/agregno-recurso-extraordinario-re-424312-mt