jusbrasil.com.br
17 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - HABEAS CORPUS: HC 209558 SP 0065427-20.2021.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal
há 5 meses
Detalhes da Jurisprudência
Partes
PACTE.(S) : EDUARDO BERCELLI MENDES, IMPTE.(S) : ROGERIO LUIS ADOLFO CURY E OUTRO(A/S), COATOR(A/S)(ES) : RELATOR DO HC Nº 707.425 DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, IMPTE.(S) : DANIELA MARINHO SCABBIA CURY, IMPTE.(S) : NICOLE CHACON AMANCIO, IMPTE.(S) : PAULA CASTELOBRANCO ROXO FRONER
Publicação
01/12/2021
Julgamento
30 de Novembro de 2021
Relator
DIAS TOFFOLI
Documentos anexos
Inteiro TeorSTF_HC_209558_d381d.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão

Decisão: Vistos. Habeas corpus, com pedido de liminar, impetrado em favor de Eduardo Bercelli Mendes, apontando como autoridade coatora o Ministro Sebastião Reis Júnior, do Superior Tribunal de Justiça, que indeferiu liminarmente a inicial do HC nº 707.425/SP. Depreende-se dos autos que o paciente teve a prisão preventiva determinada em razão da suposta prática dos delitos previstos no art. da Lei nº 12.850/13, art. , IX, da Lei nº 1.521/1951 e art. 299 do Código Penal, todos na forma do art. 29 e com incidência do art. 69, ambos do Código Penal. Os impetrantes dizem ser o caso de mitigação do óbice descrito no verbete nº 691 da Súmula do Supremo Tribunal Federal. Sustentam, em síntese, a presença de constrangimento ilegal ante a ausência de fundamentação idônea para manutenção do decreto de prisão preventiva do paciente. Alegam tratar-se de ato lastreado na gravidade abstrata da infração, a torná-lo insubsistente. Sublinham as condições pessoais favoráveis do paciente, primariedade, bons antecedentes e residência fixa, tendo-as como viabilizadoras de medidas cautelares menos gravosas. Requerem, liminarmente, a concessão da ordem para revogar a prisão preventiva do paciente ou a imposição de cautelares substitutivas. Examinados os autos, decido. Anoto, de início, que a decisão segundo a qual o eminente Ministro Sebastião Reis Júnior indeferiu o HC nº 707.425/SP não apreciou as questões suscitadas na presente impetração, uma vez que tais matérias não teriam sido apreciadas de forma definitiva no habeas corpus impetrado perante o Tribunal local. Portanto, sua apreciação, de forma originária, neste ensejo, configuraria inadmissível dupla supressão de instância ( HC nº 113.172/SP, Primeira Turma, de minha relatoria, DJe de 17/4/13; HC nº 118.836/PA-AgR, Segunda Turma, Relatora a Ministra Cármen Lúcia, DJe de 8/10/13; HC nº 116.857/ES-AgR, Segunda Turma, Relator o Ministro Teori Zavascki, DJe de 21/5/13; HC nº 114.583/MS, Segunda Turma, Relator o Ministro Cezar Peluso, DJe de 27/8/12; HC nº 92.264/SP, Primeira Turma, Relator o Ministro Menezes Direito, DJ de 14/12/07; e HC nº 90.654/SP, Primeira Turma, Relator o Ministro Sepúlveda Pertence, DJ de 25/5/07). Ademais, vale registrar que a impetração volta-se contra decisão singular, fazendo incidir, na espécie, o entendimento de que “é inadmissível o habeas corpus que se volta contra decisão monocrática do Relator da causa no Superior Tribunal de Justiça não submetida ao crivo do colegiado por intermédio do agravo interno, por falta de exaurimento da instância antecedente” ( HC nº 101.407/PR, Primeira Turma, de minha relatoria, DJe de 19/3/14). No mesmo sentido: HC nº 118.189/MG, Segunda Turma, Relator o Ministro Ricardo Lewandowski, DJe de 24/4/14; e RHC nº 111.395/DF, Primeira Turma, Relator o Ministro Luiz Fux, DJe de 30/9/13, entre outros. Frente ao duplo óbice evidenciado, nos termos do art. 21, § 1º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, nego seguimento ao presente habeas corpus, ficando, por consequência, prejudicado o pedido de liminar. Publique-se. Brasília, 30 de novembro de 2021. Ministro Dias Toffoli Relator Documento assinado digitalmente
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1330601898/habeas-corpus-hc-209558-sp-0065427-2020211000000

Informações relacionadas

Luan Marques, Advogado
Modeloshá 2 anos

[Modelo] Ação de Despejo com Pedido de Tutela Antecipada C/C Cobrança de Aluguéis

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 720463 SP 2022/0023668-9

Superior Tribunal de Justiça STJ - CONFLITO DE COMPETÊNCIA: CC 175530 MG 2020/0275595-8