jusbrasil.com.br
23 de Junho de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - HABEAS CORPUS : HC 0054998-91.2021.1.00.0000 SP 0054998-91.2021.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal
há 13 dias
Detalhes da Jurisprudência
Processo
HC 0054998-91.2021.1.00.0000 SP 0054998-91.2021.1.00.0000
Partes
PACTE.(S) : LEONEL AUGUSTO CARDOSO, IMPTE.(S) : BRUNO BARROS MENDES, COATOR(A/S)(ES) : SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA
Publicação
10/06/2021
Julgamento
7 de Junho de 2021
Relator
ROSA WEBER
Documentos anexos
Inteiro TeorSTF_HC_202728_92057.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão

Habeas corpus. Crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Liminar. Indeferimento. Pedido de informações. Vistos etc. Trata-se de habeas corpus, com pedido de liminar, impetrado por Bruno Barros Mendes em favor de Leonel Augusto Cardoso, contra acórdão do Superior Tribunal de Justiça, que negou provimento ao agravo regimental nos embargos de declaração no HC 634.302/SP (evento 8 – fls. 90/102). O paciente foi denunciado pela prática do crime de tráfico de drogas (art. 33 da Lei 11.343/2006). Posteriormente, aditada a denúncia para acrescentar a imputação relacionada ao delito de associação para o tráfico (art. 35 da Lei de Drogas). Extraio do ato dito coator: “AGRAVO REGIMENTAL NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO HABEAS CORPUS. TRANCAMENTO DA AÇÃO PENAL. ALEGAÇÃO DE ARQUIVAMENTO IMPLÍCITO. NÃO VERIFICAÇÃO NO CASO CONCRETO. ADITAMENTO DA DENUNCIA ANTERIOR À SENTENÇA. RITO PROCESSUAL ADEQUADO E NÃO QUESTIONADO. NO MAIS, NÃO ENFRENTAMENTO DOS FUNDAMENTOS DA DECISÃO AGRAVADA. SÚMULA 182/STJ. AGRAVO DESPROVIDO. I - Nos termos da jurisprudência consolidada nesta eg. Corte, cumpre ao agravante impugnar especificamente os fundamentos estabelecidos na decisão agravada. II - No caso concreto, como já decidido anteriormente, restou afastada a existência de qualquer hipótese de preclusão na atuação do d. Ministério Público local. III - A tese de arquivamento implícito foi afastada no caso concreto , sobretudo, porque a r. manifestação apontada era apenas um pedido do d. Parquet para que fosse oportunizada, à d. Defesa, a apresentação de nova defesa prévia (tendo em vista que a primeira fora à juízo incompetente), sem qualquer menção ao mérito da ação. IV - Convém registrar que o d. Ministério Público, em observância aos princípios da obrigatoriedade da ação penal pública e da busca pela verdade real, pode, a qualquer tempo, antes da sentença, oferecer aditamento à denúncia, razão pela qual não se admite o arquivamento implícito em crimes de ação penal pública incondicionada, ante ao princípio da indivisibilidade (AgRg no AREsp 1094852/RJ, Quinta Turma, de minha relatoria, DJe 23/5/2018). V - A jurisprudência desta eg. Corte Superior é firme no sentido de que "(...) a superveniência de sentença condenatória torna prejudicado o pedido que buscava o trancamento da ação penal sob a alegação de falta de justa causa e inépcia da denúncia, haja vista a insubsistência do exame de cognição sumária, relativo ao recebimento da denúncia, em face da posterior sentença de cognição exauriente" (HC n. 384.302/TO, Quinta Turma, Rel. Min. Ribeiro Dantas, DJe de 9/6/2017). VI - No mais, a d. Defesa se limitou a reprisar os argumentos do habeas corpus, o que atrai a Súmula n. 182 desta eg. Corte Superior de Justiça, segundo a qual é inviável o agravo regimental que não impugna especificamente os fundamentos da decisão agravada. Agravo regimental desprovido. ” No presente writ, o Impetrante insurge-se contra o aditamento da denúncia que imputou a suposta prática do delito de associação para o tráfico. Aponta falta de justa causa para o aditamento da peça inaugural acusatória. Sustenta a ocorrência de arquivamento implícito, ‘quando o novo promotor de justiça atuante no feito, após acesso à íntegra das provas, se manifestou sobre o prosseguimento do feito sem qualquer acréscimo na denúncia inicial’. Requer, em medida liminar e no mérito, o trancamento da denúncia quanto ao crime de associação para o tráfico. É o relatório. Decido. Ressalto que, para fins de apreciação do pedido de liminar, é necessário avaliar se o ato dito coator não configura patente constrangimento ilegal. Ao exame dos autos, verifico que a decisão exarada pela Corte Superior se encontra fundamentada, apontando as razões de seu convencimento para rechaçar a tese defensiva. Em análise de cognição sumária, não detecto a presença dos pressupostos autorizadores da concessão da medida liminar. Ante o exposto, indefiro o pedido de liminar. Colha-se a manifestação do Ministério Público Federal. Publique-se. Brasília, 07 de junho de 2021. Ministra Rosa Weber Relatora
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1229672593/habeas-corpus-hc-202728-sp-0054998-9120211000000

Mais do Jusbrasil

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 3 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS : HC 634302 SP 2020/0338574-6

HABEAS CORPUS Nº 634302 - SP (2020/0338574-6) DECISAO Trata-se de habeas corpus substitutivo de recurso ordinário, sem pedido liminar, impetrado em benefício de LEONEL AUGUSTO CARDOSO, contra v. acórdão proferido pelo eg. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (fls. 556-569): "HABEAS CORPUS Tráfico de drogas e …
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal de Justiça de Pernambuco TJ-PE - Habeas Corpus : HC 202728 PE 212200900013636

PROCESSUAL PENAL - HABEAS CORPUS LIBERATÓRIO. Paciente denunciado pela prática dos crimes previstos nos artigos 12 , 14 e 16 , parágrafo único , incisos I , IV e VI , da Lei nº 10.826 /03, c/c os artigos 33 e 34 , da Lei nº 11.343 /06. da Lei nº 10.826 /03. Prisão em flagrante. Suposto constrangimento ilegal por excesso …
Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 10 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS : HC 202728

HABEAS CORPUS Nº 202.728 - SP (2011/0076347-8) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO IMPETRANTE : ESTEVAN FAUSTINO ZIBORDI IMPETRADO : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO PACIENTE : L R M C S (INTERNADO) DECISÃO DENEGAÇÃO DE LIMINAR REQUISIÇÃO DE INFORMAÇÕES OUVIDA DO MPF 1. A concessão de tutela de …