jusbrasil.com.br
30 de Junho de 2022
  • 2º Grau
  • Repercussão Geral
  • Decisão de mérito
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO: ARE 1038507 PR

Supremo Tribunal Federal
ano passado

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Tribunal Pleno

Partes

RECTE.(S) : DISAM DISTRIBUIDORA DE INSUMOS AGRICOLAS SUL AMERICA LTDA, RECDO.(A/S) : DEMETRIO DALPIAZ, RECDO.(A/S) : ZELIDE MARIA PROVENCI DALPIAZ

Publicação

15/03/2021

Julgamento

21 de Dezembro de 2020

Relator

EDSON FACHIN

Documentos anexos

Inteiro TeorSTF_ARE_1038507_5ccd0.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PEQUENA PROPRIEDADE RURAL. BEM DE FAMÍLIA. IMPENHORABILIDADE. ART. , XXVI, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

1. As regras de impenhorabilidade do bem de família, assim como da propriedade rural, amparam-se no princípio da dignidade humana e visam garantir a preservação de um patrimônio jurídico mínimo.
2. A pequena propriedade rural consubstancia-se no imóvel com área entre 01 (um) e 04 (quatro) módulos fiscais, ainda que constituída de mais de 01 (um) imóvel, e que não pode ser objeto de penhora.
3. A garantia da impenhorabilidade é indisponível, assegurada como direito fundamental do grupo familiar, e não cede ante gravação do bem com hipoteca.
4. Recurso extraordinário não provido, com fixação da seguinte tese: “É impenhorável a pequena propriedade rural familiar constituída de mais de 01 (um) terreno, desde que contínuos e com área total inferior a 04 (quatro) módulos fiscais do município de localização”.

Acórdão

O Tribunal, por maioria, apreciando o Tema 961 da repercussão geral, negou provimento ao recurso extraordinário, nos termos do voto do Relator, vencidos os Ministros Nunes Marques, Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Luiz Fux (Presidente) e Gilmar Mendes. Em seguida, foi fixada a seguinte tese: "É impenhorável a pequena propriedade rural familiar constituída de mais de 01 (um) terreno, desde que contínuos e com área total inferior a 04 (quatro) módulos fiscais do município de localização". Plenário, Sessão Virtual de 11.12.2020 a 18.12.2020.

Referências Legislativas

Observações

- Acórdão (s) citado (s): (IMPENHORABILIDADE, PEQUENA PROPRIEDADE RURAL, RE, REEXAME, FATO, PROVA, CONTROVÉRSIA INFRACONSTITUCIONAL) RE 221725 (2ªT), AI 564360 AgR (1ªT), AI 548481 AgR (2ªT), AI 764675 AgR (2ªT), ARE 678338 AgR (1ªT), ARE 810642 AgR (2ªT), ARE 1019899 AgR (1ªT), ARE 1243276 AgR (TP), ARE 1243851 AgR (TP). (PEQUENA PROPRIEDADE RURAL, BEM HIPOTECADO, IMPENHORABILIDADE, DIREITO FUNDAMENTAL, DIREITO INDISPONÍVEL) ARE 678338 AgR (1ªT). (REPERCUSSÃO GERAL, IMPENHORABILIDADE, PEQUENA PROPRIEDADE RURAL, BEM DE FAMÍLIA) ARE 1038507 RG (TP). (CONSTITUCIONALIDADE, PREVISÃO, PENHORA, BEM DE FAMÍLIA, BEM HIPOTECADO, DÍVIDA, CONTRATO DE LOCAÇÃO) RE 407688 (TP), RE 612360 RG (TP). - Decisões monocráticas citadas: (IMPENHORABILIDADE, PEQUENA PROPRIEDADE RURAL, RE, REEXAME, FATO, PROVA, CONTROVÉRSIA INFRACONSTITUCIONAL) ARE 727081, RE 772891. - Acórdão (s) citado (s) - outros tribunais: (PEQUENA PROPRIEDADE RURAL, BEM HIPOTECADO, IMPENHORABILIDADE, DIREITO FUNDAMENTAL, DIREITO INDISPONÍVEL) STJ: REsp 1757148 AgInt, AREsp 1361358 AgInt, REsp 1368404-SP, REsp 262641.
Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1180316586/recurso-extraordinario-com-agravo-are-1038507-pr

Informações relacionadas

Lais Helena da Silva, Advogado
Modeloshá 7 anos

Petição arguindo impenhorabilidade único imóvel do executado

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1792265 SP 2018/0317074-1

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação: APL 101XXXX-32.2016.8.26.0100 SP 101XXXX-32.2016.8.26.0100

Maristela Dutra, Advogado
Artigoshá 5 anos

Da representação legal e sua análise jurisprudencial no direito pátrio

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 4 anos

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO: RE 605709 SP - SÃO PAULO