Amigo, nossos servidores estão fora do ar. Por favor retorne em breve. Clique na casa para tentar novamente.

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Após a decisão do STF, a pergunta que fica é: Porque o cidadão aposentado que tem o direito a ter de volta aquilo que o Governo se apropriou (a diferença da correção de até 88%) tem que contatar advogados, assumir custos e aguardar mais de 2 anos para que este dinheiro seja devolvido?

REcebi em minha casa uma correspondencia da APABESP - Associação dos Beneficiarios da Seguridade e Previdência, informando que os procurassem para as providencias que temos que tomar para recuperarmos as diferenças da correção do fundo de garantia que o governo usou desde 1991 (TR) e não INPC. Segundo as informações os Bancos não seguiram essa regra neste periodo e a atualização errada fez os contribuintes deixarem de receber até 88,3% dos valores que tinham dirieto a sacar.

O fato é que a Associação manda esta carta de alera e convite para que você vá aaté eles e lá, contrate os advogados indicados por eles que cobram 10 mensalidades de R$ 187,00 e após o recebimento mais as custas de 20% do que tivermos recebido.
Se isso é um direito nosso porque pagarmos para entrar com uma ação para recebermos o que é nosso.?
Por que o governo não determina que seja feito o levantanto dos extratos do FGTS e sumariamente faça a correção e informe os interessados para irem buscar os cheques no Banco do Governo.
Sem termos que entrar com novo processo, prazos inexplicaveis da lentidão deste judiciario moroso, sem custos e com a prioridade que o ESTATUTO DO IDOSO PREVE.

Alguem pode explicar porque isso acontece ?????????? continuar lendo

Luiz,

É porque você mora no Brasil, já viu o governo pagar algo se não for obrigado pela justiça. Somente em raros casos. continuar lendo